Briefing fralda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3574 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
BRIEFING

PRODUTO

Nome: Sorvete Talento avelã 2 Litros

Categoria: Sorvete

Local de uso: O sorvete Talento pode ser consumido em qualquer lugar, principalmente, em casa, no shopping, na praia, a qualquer hora do dia.

Embalagem: A embalagem é padrão para todos os tipos de sorvete, pote de 2 litros e reciclável.

Formas de uso: O sorvete é considerado como um doce, e é comumenteutilizado como sobremesa.

Preços aos canais e ao consumidor final: Considerando a pesquisa realizada, o preço sugerido para o consumidor final é de até R$ 13,00.
Composição: Açúcar, leite em pó integral, massa de cacau, manteiga de cacau, avelã, soro de leite em pó, gordura vegetal, emulsificantes leticina de soja (322) e polincinoleato de poliglicerol (476) e aromatizantes. Contém glúten. Contémtraços de amêndoas, amendoim, castanha de caju, castanha do Pará e nozes.
Qual a imagem do produto no mercado: A marca Garoto sempre teve papel de destaque, marca tradicional, de qualidade
Principais diferenças em relação á concorrência: O sorvete Talento é novo no mercado de sobremesas geladas/sorvete, mas é uma extensão de linha do chocolate Talento que é bem consolidado no mercado equalidade garantida Garoto, o que remete para facilidade de lançamento e aceitação do sorvete. Considera-se o sorvete Magnum da Kibon o principal concorrente.
Pontos Positivos: O produto será lançado com garantia Garoto já conhecida no mercado e com nome e características do chocolate de avelã que tem grande aceitação entre o target. Outro ponto positivo é em relação ao clima tropical que favorece oconsumo de sorvete, e a baixa variedade de sorvete com sabor de avelã.
Pontos Negativos: Influências ambientais, culturais, religiosas e geográficas: O clima quente favorece o consumo de sorvete na maioria das cidades brasileiras.

MERCADO

Tamanho: Segundo matéria no site UOL do dia 15 de setembro de 2009, a ABIS – Associação Brasileira das Indústrias de Sorvetes registra no período entresetembro e março o consumo de 70% dos mais de 950 milhões de litros produzidos anualmente pelas empresas nacionais, incluindo sorvetes de massa, picolés e o sorvete “soft”. As previsões para os próximos dez anos são otimistas em se tratando de crescimento do mercado: investimentos vêm sendo feitos na expansão das atuais empresas, em desenvolvimento tecnológico e novos estudos nutricionais. SegundoEduardo Weisberg, presidente da ABIS, entre 2002, ano de fundação da entidade, e 2008, o consumo total de sorvetes no Brasil cresceu 33,8%, passando de 713 milhões de litros/ano para 954 milhões de litros/ano, enquanto o consumo per capita teve um aumento de 23,27%, passando de 4,04 para 4,98 litros/ano. Estes indicadores demonstram que a mudança cultural está sendo alcançada. Hoje os picolésrepresentam 19 % deste mercado, ou seja, aproximadamente 182 milhões de litros, o que significa cerca de dois bilhões e 550 milhões de unidades/ano. O sorvete soft também vem crescendo no mix: atualmente são produzidos 84 milhões de litros, o que significa 9% do mercado. Os sorvetes de massa são responsáveis por um volume estimado de 691 milhões de litros, 72%. O mercado de sorvetes no Brasil movimentacerca de R$ 2 bilhões por ano.

Principais Mercados: O produto será lançado em cinco cidades que apresentam maior consumo de sorvete segundo o presidente da ABIS – Associação Brasileira das Indústrias de Sorvetes, Eduardo Weisberg: Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Curitiba.

Participação no mercado: Aproximadamente 68%.

Evolução: Terminado o verão, período em que seconsome 70% da produção anual, a Associação Brasileira das Indústrias de Sorvete permanece otimista com relação ao consumo não sazonal e prevê que o setor consiga atingir um bilhão de litros até o final deste ano. Tendo como base o crescimento contínuo nos últimos anos, o presidente da entidade, Eduardo Weisberg, acredita que o setor conseguirá ultrapassar os 998 milhões de litros registrados em...
tracking img