Brasil economico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1085 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A DEMANDA, A OFERTA, O MERCADO A AS SUAS ESTRUTURAS.

(2.1) DEMANDA, OFERTA E EQUILÍBRIO DE MERCADO.

Demanda

Demanda ou procura é a quantidade de bens ou serviços que os agentes econômicos estariam dispostos e aptos a consumir num determinado momento, num determinado mercado por diferentes fatores determinantes.

Bens: podem ser estocados;

Agentes econômicos: famílias, empresas egoverno;

Requisitos básicos da demanda:

Dispostos: ter vontade, querer;

Aptos: ter aptidão de compra, poder comprar. Se esses dois requisitos estiverem presentes (disposição e aptidão), temos uma demanda real ou efetiva. Se, no máximo, um desses requisitos estiver presente, temos, então, uma demanda potencial (pode não ter nenhum desses requisitos).

Num determinado momento, numdeterminado mercado: em cada momento, nossas vontades mudam nosso comportamento.

Fatores determinantes da demanda:

Preço do próprio bem/serviço;

Preço de outros bens/serviços;

Gosto;

Preferência;

Renda;

Número de consumidores.

Lei da demanda

“As quantidades demandadas serão tanto maior quanto menores forem os preços ou vice-versa”. Quanto mais caro, menos se compra.

OfertaOferta é a quantidade de bens e serviços que um ou mais agentes econômicos estariam habilitados e interessados em colocar num certo momento, num certo mercado, por diferentes fatores determinantes.

Fatores determinantes da oferta:

O preço do próprio bem;

A tecnologia;

Impostos;

Taxa de juros;

Fatores da natureza (tudo que pode ocorrer, em termos climáticos).

(2.2) O MERCADO EAS SUAS ESTRUTURAS

O que é mercado? Rosseti afirma que “em sua acepção primitiva, a palavra mercado dizia respeito a um lugar determinado onde os agentes econômicos realizavam suas transações”. Para Passos e Nogami, mercado “é um local onde ou contexto em que compradores e vendedores de bens, serviços ou recursos estabelecem contato e realizam transações”. É nesse mercado que funcionam as duasleis mais conhecidas da ciência econômica: a lei da procura e a lei da oferta.

Formação de preços

Preço é a expressão monetária do valor de bens e serviços que utilizamos para satisfazer às nossas necessidades. O que determina o preço não é o que determina o valor. A explicação do valor de troca das mercadorias tem duas grandes correntes dentro da ciência econômica: a teoria clássica dovalor-trabalho e a teoria neoclássica do valor-unidade.

De acorde com Marshall, o valor de troca é determinado, a curto prazo, subjetivamente pela escassez relativa e, a longo prazo, pelos custos de produção.

Demanda é sinônimo de procura. O papel dos preços é orientar a alocação dos recursos de produção, funcionando como indicador ou índice de escassez. Os preços são mecanismo de orientação dasatividades econômicas, isto é, dos fluxos da produção e da renda, ou como índice de conversão de um fluxo real em nominal.

Importância do mercado no sistema econômico

Sistema de preços: é o conjunto de preços dos bens, serviços e fatores de produção de um sistema de preços.

Padrão de vida: é o nível de satisfação alcançado pelas pessoas que fazem parte de um sistema econômico, quandoconsomem os bens e serviços por ele produzidos.

Alocação de recursos: é a forma como os fatores de produção são organizados pelo mercado, para que produzam bens e serviços que atendam às necessidades das pessoas.

Equilíbrio de mercado

Quando se transfere essa noção de equilíbrio para a análise do mercado, o balanceamento de forças ocorre entre as forças básicas do mercado, a oferta e aprocura. Esse equilíbrio é definido pelo ponto A, determinado pela interseção das duas curvas.

(2.3) ESTRUTURAS DE MERCADO

As diferentes estruturas de mercado estão alicerçadas em três variáveis principais:

Número de empresas produtoras que atuam no mercado;

Diferenciação do produto ou serviço;

Existência ou de barreiras como forma de limitar a entrada de novas empresas.

As...
tracking img