Bp loja de brinquedos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6572 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário


1. INTRODUÇÃO 6
2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 6
3. DESCRIÇÃO DA EMPRESA 14
3.1. Natureza do Negócio. 14
3.2. Missão e Visão. 14
3.3. Objetivos Estratégicos. 14
3.4. Breve Histórico da Empresa. 14
3.5. Vantagens Competitivas. 15
3.6. Responsabilidade Social. 15
3.7. Produtos / Serviços Atuais. 15
3.8. Clientes. 17
3.9. Fornecedores. 18
3.10. EstruturaOrganizacional. 18
3.11. Faturamento 19
4. ANÁLISE DE CENÁRIO 19
4.1. Micro Ambiente: 19
4.1.1. Mercado. 19
4.1.2. Concorrentes. 22
4.1.3. Público-alvo. 23
4.2. Macro Ambiente: 24
4.2.1. Economia. 24
4.2.2. Político-legal. 25
4.2.3. Sócio-cultural. 26
4.2.4. Tecnologia. 27
4.3. Análise SWOT 28
5. PLANO DE IMPLANTAÇÃO 28
5.1. Macro-cronograma 285.2. Estratégia de Parcerias 31
5.3. Riscos e respostas 31
6. ANÁLISE DO INVESTIMENTO 31
6.1. Previsão do Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE) 31
6.2. Indicadores. 32
6.3. Análise do Ponto de Equilíbrio. 33
6.4. Necessidade de Recursos 33
6.5. Payback Descontado. 34
6.6. Valor Presente Líquido. 34
6.7. Taxa Interna de Retorno. 34
6.8. Conclusão 34
7. CONCLUSÕESE RECOMENDAÇÕES 35
7.1. Desenho da Estratégia 35
7.2. Projeções Financeiras. 35
8. REFERÊNCIAS 37



1. INTRODUÇÃO

O estado de Pernambuco vem presenciando nos últimos anos um rápido crescimento econômico, e com isso as pessoas estão cada vez mais com menos tempo para realizar atividades básicas do dia-a-dia. Analisando este cenário, juntamente com uma identificação do autor com omercado de brinquedos, desenvolvi este Business Plan para avaliar a viabilidade de uma loja especializada neste segmento numa localização fora de Shoppings Centres.

2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

As Cinco forças de Porter

O modelo das Cinco Forças de Porter foi concebido por Michael Porter em 1979 e destina-se à análise da competição entre empresas. Consideram cinco fatores, as "forças"competitivas, que devem ser estudados para que se possa desenvolver uma estratégia empresarial eficiente. Porter refere-se a essas forças como microambiente, em contraste com o termo mais geral macro-ambiente. Utilizam dessas forças em uma empresa que afeta a sua capacidade para servir os seus clientes e obter lucros. Uma mudança em qualquer uma das forças normalmente requer uma nova pesquisa(análise) para re-avaliar o mercado.
Porter avalia que a estratégia competitiva de uma empresa deve aparecer a partir da abrangência das regras da concorrência que definem a atratividade de uma indústria.


[pic]
Figura 1 - As cinco forças de Porter
Fonte: Wikipédia

As cinco forças de Porter são:

1. Rivalidade entre os concorrentes
Para a maioria das indústrias, esse é o principal determinanteda competitividade do mercado. Às vezes rivais competem agressivamente, não só em relação ao preço do produto, como também a inovação, marketing, etc.
▪ Número de concorrentes e repartição de quotas de mercado;
▪ Taxa de crescimento da indústria;
▪ Diversidade de concorrentes;
▪ Complexidade e assimetria informacional;
▪ Nível de publicidade;
▪ Grau de diferenciaçãodos produtos;
▪ As barreiras à saída.
Em situações de elevada rivalidade os concorrentes procuram ativamente captar clientes, as margens são esmagadas e a atuação centra-se em cortes de preços e descontos de quantidade.

2. Poder de Negociação dos clientes
Os clientes exigem mais qualidade por um menor preço de bens e serviços. Também competindo com a indústria, forçando os preços parabaixo. Assim jogando os concorrentes uns contra os outros.
Também descrito como o mercado de realizações. A capacidade dos clientes de colocar a empresa sob pressão, e também, afetar os clientes com a sensibilidade à evolução dos preços.
▪ Análise RFM (economia)
▪ Preço da compra total
▪ Disponibilidade de informação do comprador em relação ao produto
▪ Existência de produtos...
tracking img