Behaviorismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (395 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Behaviorismo surgiu nos Estados Unidos da América, no início do século XX.
Considera-se o marco de sua origem a publicação no periódico Psychological Record , em 1913, do artigo “Psychology asthe behaviorist views it” de John Broadus Watson (1878-1958), defendia os estudos no laboratório e era contrário a introspecção nos achados da psicologia para explicar o ser humano, esta é a primeirafase do Behaviorismo, o Clássico.
Na época, a comunidade científica, sobretudo a norte-americana, demandava uma maior objetividade nos estudos do comportamento humano e vários pesquisadores tentaramelaborar uma forma de Psicologia que atendesse a essa demanda.
Ivan Petrovick Pavlov (1849-1936), iniciou os estudos do comportamento respondente, apresentou um método de pesquisa bem controlado,sistematizado, mensurável e preciso, influenciando os comportamentalistas americanos e fornecendo ferramentas necessárias para suas pesquisas de comportamento humano.
Edward L. Thorndike (1874-1949),buscou a experimentação do efeito das recompensas e punições sobre a resposta dada a um determinado estímulo, “Lei do Efeito”-condicionamento instrumental e estudos com animais.
Influencias das correntesfilosóficas e Positivismo, La Mettrie, em “Man a machine” (1912): achava que o comportamento humano seria governado numa instância fisiológica automática; Cabanis, considerado o pai da Psicologiafisiológica; Comte, considerado pai do positivismo; Darwin e a teoria Evolucionista, entre outros.
O Neo Behaviorismo é a segunda fase do Behaviorismo e considera o ambiente no processo de aprendizagemdo comportamento e assim como os clássicos, investigam os estímulos e as respostas observáveis. Os principais pesquisadores desse período behaviorista são: Edward Tolman (1886-1959), Recusava a ideiade que a aprendizagem resultava apenas de tentativas e erros ou era aleatória. A aprendizagem era intencional, dirigida para objetivos; Clark L. Hull (1884-1952), defendeu a ação das “variáveis...
tracking img