Aviacao civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5174 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
P r e v e n ç ã o
H i p ó x i a e

d e

A c i d e n t e s

H i p e r v e n t i l a ç ã o

1/15

HIPÓXIA E HIPERVENTILAÇÃO

CONTEÚDO

Introdução Caracterização de Cada Tipo Sintomatologia Profilaxia da Hipóxia Tratamento da Hipóxia Hiperóxia Efeitos da Hipóxia de Altitude Perigos do Fumo na Aviação Conclusão

P r e v e n ç ã o
H i p ó x i a e

d e

A c i d e n t e s

H i pe r v e n t i l a ç ã o

2/15

I - INTRODUÇAO
A hipóxia é classificada nos seguintes quatro tipos, conforme as circunstâncias que envolvam a sua manifestação:
• Hipóxia hipoxêmica • Hipóxia anêmica • Hipóxia estagnante • Hipóxia histotóxica

II - CARACTERIZAÇÃO DE CADA TIPO
1 - Hipóxia Hipoxêmica

Resulta da deficiência de oxigênio no sangue arterial, pela queda da quantidade deoxigênio respirado. É o tipo que mais freqüentemente se apresenta em medicina de aviação, embora os outros tipos também possam surgir em vôo. Este tipo de hipóxia é também encontrado em doenças pulmonares, nas depressões respiratórias e em qualquer forma de asfixia.
2 - Hipóxia Anêmica

Resulta da deficiente capacidade do sangue para carrear uma quantidade suficiente de oxigênio, em virtude de seubaixo teor de hemoglobina. Sabendo-se que um grama de hemoglobina carreia 1,34 ml de oxigênio e que o indivíduo tem normalmente, em média quinze gramas de hemoglobina, deduzimos que no indivíduo normal 100 ml de sangue carreiam, aproximadamente 20 ml de oxigênio. Ora, se o indivíduo é portador de uma anemia, mesmo não havendo hipoxemia, isto é, mesmo havendo boa saturação de oxigênio pelahemoglobina, estando esta reduzida, o oxigênio que chega aos tecidos será insuficiente e teremos então uma hipóxia dita anêmica; este tipo é também encontrado no envenenamento pelo monóxido de carbono.
3 - Hipóxia Estagnante

Também chamada de hipóxia isquêmica, resulta de uma deficiência circulatória e é o tipo encontrado na vigência de uma insuficiência cardíaca congestiva, de uma insuficiênciacirculatória periférica ou de um grande efeito de G positivo.

P r e v e n ç ã o
H i p ó x i a e

d e

A c i d e n t e s

H i p e r v e n t i l a ç ã o

3/15 4 - Hipóxia Histotóxica

Resulta da ação de toxinas que, agindo sobre as enzimas respiratórias as incapacitam, não permitindo uma perfeita utilização do oxigênio para as oxi-reduções celulares. É o tipo que ocorre, por exemplo, naintoxicação pelos cianetos.

III - SINTOMATOLOGIA
1 - Generalidades

O aparecimento e a intensidade dos sintomas da hipóxia dependerão dos seguintes fatores:
• Altitude absoluta de vôo; • Média de velocidade ascensional; • Duração da exposição à baixa pressão atmosférica; • Temperatura ambiente; • Atividade física; e • Fatores individuais: -Tolerância própria - Aptidão física - Emotividade -Aclimatação

Estudaremos a sintomatologia da hipóxia, considerando, primeiramente, o desenvolvimento da hipóxia durante uma ascensão normal. É chamada de hipóxia aguda. Esse estudo é feito considerando os seguintes quatro estágios:

2 – Estágio Indiferente

Ocorre do nível do mar até cerca de 2.000m (6.000 pés). A saturação da hemoglobina pelo oxigênio cai até 92%. Neste estágio nota-se apenasdificuldade na adaptação ao escuro (visão noturna prejudicada) o que encarece a necessidade do oxigênio desde o solo nos vôos noturnos, especialmente no caso dos pilotos de caça. Podem-se observar algumas modificações eletrocardiográficas, mas outras manifestações circulatórias estão ausentes.
3 - Estágio Compensatório

Ocorre de 2.000 m até cerca de 4.000 m (12.000 pés). A saturação dahemoglobina pelo oxigênio cai até 85%. Neste estágio as compensações fisiológicas (aumento do volume respiratório por minuto, taquicardia, aumento da velocidade circulatória, etc.), geralmente proporcionam

P r e v e n ç ã o
H i p ó x i a e

d e

A c i d e n t e s

H i p e r v e n t i l a ç ã o

4/15

uma adequada proteção contra hipóxia, de modo que seus efeitos, de regra, não se...
tracking img