Atps

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (270 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
* Profundas mudanças sociais
Ao longo do século XVI, a Inglaterra passou por profundas transformações em sua organização social e econômica.
A dinastia Tudor, surgida em1485, no final da Guerra das Duas Rosas, desejava ampliar seu poder.
Os reis Tudor aliaram-se à nascente burguesia para enfrentar os grupos que se opunham ao fortalecimento daCoroa: a nobreza e, principalmente, a Igreja Católica.
* Uma aliança estável
A Igreja Católica Romana, instituindo a Igreja Anglicana para substituí-la.
A antiga estruturade bispados e paróquias foi mantida, mas não era mais subordinada ao papa de Roma.
As terras confiscadas da Igreja foram vendidas pela Coroa à burguesia e à pequena nobrezacomeçou a entrar em crise na Inglaterra.
* O absolutismo dos Stuart
A rainha Elizabeth I morreu sem deixar herdeiros diretos.
Coroado como Jamie I da Inglaterra, o novo reipassou a governar de maneira diferente da dos Tudor. Acreditando ser dotado do direito divino de Governar.
* Anglicanos e puritanos
Apesar de terem rompido com o papa, osanglicanos conservaram a estrutura hierárquica da Igreja Católica.
Os bispos anglicanos, vivendo luxuosamente junto às grandes catedrais herdadas do catolicismo, faziam opapel de agentes de propagandas do rei.
As idéias calvinistas, que pregavam uma ruptura muito mais radical com o catolicismo.
Os vários grupos protestantes de inspiraçãocalvinista surgido na Inglaterra no século XVI eram chamados pelo nome comum de puritanos.
Os puritanos presbiterianos, na maioria entre a burguesia e os pequenos proprietários.
Ascrenças dos puritanos eram, em geral, contrárias aos interesses da Coroa.
A política absolutista de Jaime I resultou na perseguição aos puritanos e no aumento da tensão
tracking img