Atps direito empresarial etapa 1 passo 1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
o Universidade Anhanguera – UNIDERP
Centro de Educação a Distância

CURSO SUPERIOR
TECNOLOGIA DE LOGISTICA

DISCIPLINA: Direito Empresarial.

PROFESSOR EAD
MSc Luiz Manuel Palmeira

TUTOR PRESENCIAL
Debora Moura








MANAUS – AM
outubro 2012
ALUNO
FABRICIO SOUZA DE CARVALHO – RA - 402232

DISCIPLINA: Direito Empresarial

Atividadeapresentada como requisito para obtenção de nota parcial da disciplina de Direito Empresarial do 2º semestre do Curso Superior de Tecnologia em Logística da Universidade Anhanguera - UNIDERP, turma N20 , sob a orientação do Professor: MSc Luiz Manuel Palmeira

MANAUS - AM
outubro 2012
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 5

DIREITO COMERCIAL 6

DIREITO EMPRESARIAL 7

EMPRESA E SUA EVOLUÇÃO8

O EMPRESÁRIO 9

CONSIDERAÇÕES FINAIS 10

BIBLIOGRAFIA 11

DIREITO COMERCIAL

Este relatório presta-se a cumprir parcialmente o cronograma de exercícios propostos na ATPS, a fim de iniciar o esclarecimento e, posterior melhoramento do aprendizado sobre os conceitos jurídicos de Direito Comercial, Empresarial, da Empresa e sua evolução, e do Empresário.* Etapa 1 / Passo 1

Elaboração de relatório parcial (formato .doc) com no máximo 5 páginas sobre os conceitos importantes que contribuirão para a tarefa principal .

INTRODUÇÃO

Nos tempos mais antigos, a necessidade das interelações entre os seres humanos, para o atendimento das necessidades dos artigos necessários para a sobrevivência impulsionava o comércio em sua mais simplesconfiguração: a troca de produtos.
Com o passar dos tempos, o comércio ultramarino, que foi o motor de propulsão para muitas economias que viriam a ser conhecidas como potências mundiais, foi se modernizando para atender às necessidades em constante crescimento do ser humano.

1.DIREITO COMERCIAL

É o ramo do direito que trata das relações jurídicas oriundas da pratica do comércio.
Com apromulgação do Novo Código Civil Brasileiro (lei 10.406 de 2002), aglutinaram-se os Códigos Civil e Comercial. Dessa forma o Direito Comercial passou a reger as transações comerciais como um todo, e inseriu no bojo das relações comerciais algumas características tais como o Cosmopolitismo, que é a capacidade de tratar as questões de comércio com mais abrangência, independente da nacionalidade daspartes e, a Onerosidade, que é caracterizada pela necessidade da relação comercial de visar o lucro como objetivo.

2. DIREITO EMPRESARIAL

Segundo a Instrução Normativa n°53, de 06 de março de 1996, o nome empresarial “é aquele sob o qual a empresa mercantil exerce sua atividade e se obriga nos atos a ela pertinentes”
O novo Código Civil, em seu artigo 1.115, delimita: “considera-se nomeempresarial a firma ou a denominação adotada, de conformidade com este Capítulo, para o exercício da empresa”.
A conceituação e a definição do nome empresarial estão compreendidas num espectro mais amplo que a simples delimitação acima. Levemos em consideração que a firma pode ser individual, ou pode ser composta de mais de um elemento societário. Sendo assim, são necessárias todas as consideraçõesconceituais sobre o exercício da atividade empresarial no tocante às relações jurídicas. De um ponto de vista mais analítico, é perceptível que o legislador é um tanto quanto simplista ao conceituar matéria.
As relações comerciais estão em constante melhoramento, e evolução rumo à complexidade. Por vezes são necessárias combinações dos vários conceitos e teorizações jurídicas para um melhorentendimento e melhor mediação das relações comerciais.

3. EMPRESA E SUA EVOLUÇÃO

Após a II Guerra Mundial, o mundo experimentou uma evolução excepcional nas relações comerciais e econômicas intra e interpaíses.
O mundo refazia-se da guerra e os países procuravam rever seus códigos comerciais a fim de acompanhar o desenvolvimento econômico e tecnológico que vinham acontecendo.
As leis que...
tracking img