Atps de fundamentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9623 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

Universidade Anhanguera-Uniderp

Centro de educação à distância- CEAD

Professora: Ma. Laura Santos

Profa. Ma. A. S Elaine Cristina Vaz Vaez Gomes

Tutor EAD: Luciana Nakamura

Tutor presencial: Cleide

Serviço Social

Polo Osasco /SP

Atividades práticas supervisionadas (ATPS)

Disciplina: Fundamentos das políticas sociais

Data de entrega: 21/11/2012Componentes do grupo:



Célia Alves dos Santos RA: 2377476666

Joana Darc de Melo Macena RA: 3367588945

Maria Aparecida Leite RA: 2612483022

Simone Fonseca dos Santos RA: 2622483169

Valquíria Oliveira Urbano PereiraRA: 2350462867







Introdução:

O presente trabalho tem por objetivo compreender e descrever as origens da Política Social, e também associar as demandas sociais às políticas sociais existentes, buscando compreender a atuação do assistente social perante essas demandas.

Pretendemos desenvolver no grupo o pensamento critico sobre o Serviço Social na contemporaneidade eapresentar de forma clara seus resultados.

A realização de todas as etapas servirá de base para compreensão da profissão e sua atuação no primeiro, segundo e terceiro setor, possibilitando uma visão ampla do profissional atuante.



Desenvolvimento:

O ASSISTENTE SOCIAL COMO PROFISSIONAL DE PARTICIPAÇÃO:
O Serviço Social vem se modificando e evoluindo junto com o homem. Ao longo dos anos,e desde seu surgimento é uma profissão caracterizada por atenuar as problemáticas da vida social e vem se reconstruindo nas últimas quatro décadas para atuar interventivamente de forma a enfrentar as múltiplas faces da questão social, buscando reduzir as disparidades sociais, transformado em objeto de trabalho do assistente social. Não houve nunca, senão em experiência limitada, um estudocientífico avaliador do Serviço Social." Partindo do pressuposto que o homem é um ser social que valora e que a ética social permeia a ética profissional. A Lei 8.662, de 07 de junho de 1993, sobre a profissão de assistente social em seus 24 artigos, trata das questões que direcionam a atuação do profissional. Uma vez que a questão social é o instrumento principal de trabalho do assistente social, acompreensão relativa à questão social e a sociedade brasileira, resguardando suas características históricas particulares é encargo do assistente social, esta compreensão abrange as relações Estado-sociedade, os projetos políticos, as políticas sociais, as classes sociais e suas representações culturais e os movimentos sociais.
A Construção do Projeto Ético-político que compreende o Conselho Federalde Serviço Social / Conselhos Regionais de Serviço Social (CFESS/CRESS), a Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS), a Executiva Nacional de Estudantes de Serviço Social (ENESSO), os sindicatos e as demais associações de assistentes sociais. Destacam também as normas para o comportamento ético do profissional e estabelece relações para com os usuários dos serviçosprestados, com articulação com outras profissões e com as organizações privadas ou públicas, onde o Estado é o principal mantenedor do reconhecimento jurídico dos estatutos da profissão.
As dimensões sociopolíticas do projeto ético-político do Serviço Social visa primeiramente o estabelecimento da equidade e da justiça social, para que o acesso aos bens e serviços, relativos às políticas e programassociais sejam conquistados por todos os seres humanos. A ampliação e a consolidação da cidadania são direitos tanto civis, sociais como políticos. Segundo Oliveira, "o objeto dessa discussão é a direção socio-política do Projeto ético-político profissional do Serviço Social brasileiro, pois é a referência coletiva e pública do projeto profissional de ruptura com o conservadorismo profissional...
tracking img