Ato infracional e indisciplinar do adolescente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO


Através desta pesquisa será relatado situações em diferentes momentos da adolescência em busca de uma auto afirmação em divergências consigo mesmo, com a sociedade e com as normas legais vigentes no pais.



DESENVOLVIMENTO
É preciso transpor a idéia e a percepção de afirmações onde constam que o período da adolescência não somente no Brasil, como no mundo, é um problemagrave. Na verdade, esta fase destes jovens, são momentos muito enriquecedores com grandes aprendizados, descobertas e trocas de experiências.
Se faz necessário mudar, desconstruir o mito da adolescência problema e a partir desta desconstrução, desenvolver políticas públicas para oferecer melhores oportunidades aos jovens, antes, durante e depois do ato infracionário.
Em décadas anteriores nasgrandes cidades do mundo e em vários países, como é o caso do Brasil, as pesquisas tem mostrado um avanço significativo e preocupante da morbilidade de mortalidade por causas externas na adolescência.
Somente no Brasil na década passada constata-se uma taxa de homicídios elevada, cerca de 23 por 100.000 habitantes. Já em outros europeus há taxas comparativamente baixas que é o caso da França com(0,7), Alemanha com (0,19), Reino Unido com (0,8) e Espanha com (0,8). A maior taxa encontrada foi na Albania com (21) e Federação Ruassi com (21,6).
É muito assustador quando se mostra que os gastos realizados com a prevençao da violência são bem menores do que os gastos para repará-la, isto economicamente demonstrado, porque vai muito mais alem quando se refere à situação emocional e que podemcausar danos bem maiores e muitas das vezes irreversíveis aos que sofrem com estas situações.
Os registros e pesquisas têm mostrado o aumento de mortes por causas externas resultantes de homicídios entre jovens e adultos na faixa etária de 15 a 24 anos de idade, em situações ou áreas periféricas mais desfavoráveis e carências socioeconômicas e com o avanço das drogas e do tráfico, não restringe-seapenas a estes mais desfavorecidos, este avanço tem chegado até as metrópoles, invadindo as classes médias e altas.
As autoridades governamentais precisam ter a preocupação formalizada neste cenário de mudanças à evidência de que os grupos jovens, em especial os do sexo masculino, estão cada vez mais sendo atingidos como vitimas e autores na vastidão da criminalidade. Há muitos, tanto tirando avida quanto perdendo-a para o mundo do crime e marginalização, tornando assim um aumento da violência entre eles.



Atualmente o homicídio e o tráfico são os maiores e os que apresentam crescimento dia-a-dia, mostrando o envolvimento do jovem brasileiro como o mundo do crime e pouco se sabe sobre esses jovens e o sistema judicial empregado para atendê-los antes, durante e depois doacometido. É de suma importância se fazer mais pesquisas sobre a realidade brasileira no tocante à questão do adolescente em conflito com a lei e desenvolver ações que venha atender a necessidade de prevenção e recuperação destes.
Lamentavelmente o número de jovens que se infiltram e se deixar levar por estes atos infracionários de roubos, furtos, homicídios, roubo qualificado, tráfico de entorpecentese roubo seguido de morte, tem crescido no Brasil e muitos são ceifados antes mesmo de atingirem a maioridade ou até mesmo chegar aos vinte anos de idade.
Quanto ao uso das drogas lícitas e ilícitas também têm crescido, mesmo diante de tantas informações e esclarecimentos. Os jovens em sua grande parte inicia o uso do tabaco aos 10 anos de idade, isto mediante a convivência com os adulto e/ou atémesmo com os próprios pais, devido tendenciarem em fazer as mesmas coisas que os adutos. Os usuários de maconha, cocaína e outras substâncias nocivas à saúde , pode-se considerar a partir dos 15 anos e aí iniciam-se o cometimento dos atos infracionários.
A repressão destas condutas infracionárias perturbaria o objetivo educacional. Uma sistematização do procedimento da mediação de conflitos...
tracking img