Ata do cupom 167

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2793 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca – CEFET/RJ
Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação - DIPPG
Coordenadoria de Pesquisa e Estudos Tecnológicos – COPET

RELATÓRIO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

ANÁLISE DAS TENSÕES RESIDUAIS NO TORNEAMENTO DE AÇO ABNT 1020 EM SITUAÇÕES LIMITES DE PROFUNDIDADE DE CORTE

Aluno(s):
Jairo Silva de Macedo Brito (Eng. IndustrialMecânica / 6° período) Bolsista CEFET/RJ

Orientador:
Anna Carla Araujo

Rio de Janeiro, RJ – Brasil
AGOSTO / 2011

RESUMO DO TRABALHO REALIZADO PELO ALUNO JAIRO SILVA DE MACEDO BRITO:

Este trabalho estuda a influência da profundidade de corte no processo de usinagem - sobre as tensões residuais no aço ABNT 1020. O incentivo pra esse trabalho veio após uma suposta falha no momentodo torneamento de uma das peças utilizadas para a dissertação do aluno de mestrado na unidade CEFET/RJ, Washington Souza Nery, em uma de suas peças em estudo para dissertação dele. Utilizando-se como máquina-ferramenta um torno Nardini modelo Mascote instalado no LABUS - CEFET/RJ. Para a medida das tensões residuais foram utilizado um equipamento portátil de tensometria por difração de raios-Xpelo método da dupla exposição e radiação do tipo Cr Ka α e; um equipamento analisador de tensões por difração de raio-X pelo método sen²ψ, disponibilizados pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Ao final uma análise é estabelecida sobre a tensão encontrada no material em experimento.ÍNDICEGERAL: Pág.
1. INTRODUÇÃO ________________________________________________04
2. OBJETIVO DO EXPERIMENTO __________________________________04
3. MATERIAIS, MÉTODOS EEQUIPAMENTO ________________________ 04
* 3.1 - Máquina-Ferramenta ________________________________________04
* 3.2 - Corpo de prova e Ferramenta utilizada _________________________ 05
3.3 - Transdutor para a medida dos esforços de usinagem_____________ 06
3.4- Parâmetros de usinagem______________________________________ 06
* 4. RESULTADOSEXPERIMENTAIS_________________________________ 07
4.1 - Tensões residuais (TR) ______________________________________ 07
5. EXPEREMIENTO DE TENSÕES RESIDUAIS _______________________ 08
5.1 - Técnica de medição da tensões residual________________________10
5.1.1 - Técnica da Difração de Raios-X _____________________________ 105.1.2 - Métode sen²ψ____________________________________________ 12
* 6. ANALISE DOS RESULTADOS___________________________________ 13
* 7. CONCLUSOES _______________________________________________ 15
8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS _______________________________15
9. AGRADECIMENTOS ___________________________________________16

*
*
*
**
*
*
*
*
*
*

* 1. INTRODUÇÃO
As tensões residuais (TR) são tensões auto-equilibradas existentes nos materiais em condições de temperatura uniforme e sem carregamento externo. Elas estão presentes em praticamente todas as peças rígidas, metálicas ou não durante o processo de fabricação. As tensões residuais geradas pela usinagem de um determinado materialdependem do material da peça usinada, do tipo e geometria da ferramenta e dos parâmetros de corte, tais como, velocidade, avanço e profundidade. No torneamento, as tensões residuais são provenientes, basicamente, das deformações plásticas heterogêneas, tendo como origens as forças de corte que atuam sobre a peça, aquecimento não uniforme da peça pelo calor produzido na usinagem e a possíveis...
tracking img