Assistencia social na antiguidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2050 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A TRAJETÓRIA DA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

FONTE: DEL AJUSTE A LA TRANSFORMACIÓN: APUNTES PARA UNA HISTORIA DEL TRABAJO SOCIAL;

ANDER-EGG, EZEQUIEL, Buenos Aires, Editorial-Librería ECRO S.R.L. 1975, CUARDERNOS DE TRABAJO SOCIAL

AULAS INTRODUTÓRIAS

CONCEPÇÃO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL NA ANTIGUIDADE E IDADE MÈDIA

• Assistência social: Mesopotâmia

A Antiga Mesopotâmia foihabitada por grupos étnicos, asiáticos, indo-europeus e semitas. No segundo milênio, antes da era cristã (2.100 anos a.C.), destaca-se o Código de Hammurabí, onde se mostrava inscrito em uma coluna granítica de dois metros de altura no espaço público da cidade a lei reguladora da ajuda aos necessitados, a ética na assistência social.
A concepção dos problemas sociais mostrava-se associada àsprincipais questões debatidas na cultura da época: O pai abandonou o filho? O filho abandonou o pai? O filho distanciou de seus amigos? O companheiro deixou companheiro? Existe um ódio do neto em relação ao avô? Existe um ódio do irmão em relação à irmã maior? Os pais adotaram medidas justas em relação aos filhos? A renda familiar é proveniente de uma fonte legítima? O homem libertou-se da suaangústia? O homem buscou ultrapassar o mal ou se deixou dominar pela violência? O homem experimentou o bem e foi confirmado na sua auto-estima afetiva? Qual a falta dirigente na vivência familiar? Quais as principais rupturas afetivas na intimidade do grupo familiar e de convivência?
O Código regulava a assistência social, constituindo o signo da ética no cuidado da ação social com os que apresentavamuma carência, sobretudo, ruptura dos vínculos afetivos. O princípio dirigente regulador da ética na assistência social: não reproduzir o mal, a violência experimentada com os outros num ciclo sucessivo.
Na Babilônia a existência de escravos era considerada natural e estava prevista no mesmo código a divisão da população em proprietários, artesãos e escravos. Porém o escravo deveria ser amparadopela justiça e assegurado o salário ao trabalhador. O amparo ao escravo existia, mas este não era a rigor um homem livre.
Dentro deste contexto, chama-se atenção para os antecedentes da lei de Talião: Olho por olho, dente por dente, constituindo uma lei bárbara, quase universal, na antiguidade. As informações disponíveis nos templos da antiga Babilônia realçavam a previsão de fundos paralibertar escravos e a assistência, ajuda social tornava-se prioritária junto aos órfãos e às viúvas.
Desde a antiguidade, a assistência resgatava o sentido ético das relações sociais e humanas, devendo a lei ética mostrar-se pública e tornar-se aliada à moral interior do cidadão, a fim de ser operacionalizada. Mas, mesmo que não houvesse uma moral interior em sintonia com a lei, os casos detransgressão da lei oficial deveriam sofrer uma sansão ou uma punição.
A justiça assegurava um salário digno ao trabalhador e amparava o escravo. A existência das diferenças sociais entre ricos e pobres eram consideradas naturais e a população dividia-se entre ricos, pobres e artesãos.

• Assistência Social: China-Confúcio: (551-478 anos a.C.)

Uma das normas morais mais antigas, nas quais sefundamentava a ajuda ao necessitado, se encontra em Confúcio (551-478 a.C.) e se revelava fundamentada no princípio da ação recíproca, que significava não fazer ao outro o que não queres para você mesmo. Confúcio enfatizava a virtude da piedade filial e da benevolência. Este sentimento de comiseração e piedade para com os pobres mostrava-se necessário como fundamento da ação de assistência social. Aesmola, compreendida como ajuda ao necessitado, traduzia-se em uma fonte de sabedoria.

• Assistência Social: Esparta

No contexto grego espartano, o regulamento dirigente para a formação do cidadão grego consistia em desenvolver a excelência guerreira. As mulheres deveriam cuidar do Oikos-lar e da família, sendo esta uma mediação necessária à formação da auto-estima do cidadão, pois este...
tracking img