Assistencia de enfermagem a familia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8381 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

1. Introdução 3
2. Objetivos 4
3. Metodologia 5
4. A Família 6
4.1 Diagnóstico e Intervenções de Enfermagem 7
5. Saúde do Idoso 9
5.1 Diagnósticos e Intervenções de Enfermagem 12
5.2 Saúde Mental 15
5.3 Legislação e Cidadania 15
6. Saúde do Adulto 16
6. Saúde do Adulto 16
7. Saúde da Mulher 21
7.1 Saúde Mental 28
7.2 Legislação e Cidadania 29
8. Saúde da Criança 30
8.1Legislação e Cidania 31
9. Legislação e Cidadania na Família 32
10. Conclusão 33
11. Referências 34
11.1 Bibliográficas 34
11.2 Eletrônicas 36
Anexos
I Genograma
II Tabela tabagismo
III Exame mini-mental
IV Carteirinha Pré-natal
V Exame
VI Carteirinha da Criança
VII Carteirinha da Criança
VIII Carteirinha da Criança
Apêndices

1. Introdução


Existem diversas teorias queexplicam a origem da família, sendo elas de origem biológica ou psicossocial. A palavra família origina-se do latim famulus, que denota escravo, tal consideração está relacionada à um conjunto de servos ligados a uma pessoa.
A estrutura familiar vem sofrendo modificações, deixando de ser apenas monoparietais, existindo atualmente diversas composições. A transição demográfica, a inserção damulher no mercado de trabalho e transformações sócio-culturais são os principais fatores que contribuem para essas modificações.
Segundo Kaloustian (2002), “a família é percebida não como o simples somatório de comportamentos, anseios e demandas individuais, mas sim como um processo interagente da vida e das trajetórias individuais de cada um de seus integrantes”.
Uma pesquisarealizada pelo Ministério da Saúde, em conjunto com algumas Universidades, aponta que o aumento de 10% na cobertura de assistência à Saúde da Família reduz a mortalidade infantil em 4,6%. O contexto em que o indivíduo está presente e o comportamento familiar não podem ser compreendidos sem analisar as características dos membros individuais, portanto para ser efetiva a terapia familiar, é necessáriauma entrevista conjunta, como afirmado por KAPLAN e SADPOCK (1999):


É importante reconhecer que há premissa central de terapia familiar – a reunião de múltiplos membros da família na mesma sala e o auxílio para que identifiquem os interesses comuns, priorizem os problemas e trabalhem cooperativamente para soluções – provou ser uma forma poderosa e eficiente.Existem pesquisas que apontam o estudo de assistência da Família desde a década de 20, portanto inúmeras evidências no contexto de rede básica reafirmam a acuidade da Atenção à Saúde da Família.




2. Objetivos


✓ Realizar um estudo de caso com uma família abordando as disciplinas do 4º
Semestre de enfermagem.
✓ Estudar a família como um todo e cada indivíduo separadamente.✓ Traçar Diagnóstico geral para a família.
✓ Traçar Diagnóstico e intervenções de Enfermagem para cada membro da família.

3. Metodologia


Estudo de caso realizado através de entrevistas com membros de uma família residente em Suzano–SP, com auxílio de pesquisas bibliográficas e artigos científicos datados a partir de 1998.
Foi realizada uma entrevista prévia com todos osmembros da família para coleta de dados gerais sobre os costumes, renda, crenças e rotina; seguida de entrevistas individuais com os componentes eleitos pelo grupo.
A escolha dos membros para as entrevistas individuais seguiu o critério da necessidade do grupo, sendo um idoso, um adulto, uma mulher e uma criança, ficando apenas um membro da família sem participar da entrevista individual.
Asentrevistas foram realizadas mediante apresentação e assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, por cada um dos entrevistados. Tais documentos encontram-se nos apêndices do trabalho.
A partir de anamnese foram coletados dados do exame físico realizado na ocasião da entrevista.






4. A Família


A família escolhida é composta por 5 membros, dos quais o grupo...
tracking img