O cuidado da enfermagem e da família referente aos idosos que vão procurar a assistência: no seu perfil hospitalizado, asilares, unidades básicas de saúde.¹

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4631 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
As transformações sócias demográficas dos últimos tempos foram responsáveis pelo aumento da parcela de idosos em todo o mundo. Sabemos que no Brasil a realidade não é diferente. Nesse contexto, as mudanças biopsicossociais inseparáveis ao envelhecimento necessitam de uma compreensão das pessoas que exerce cuidado ao idoso no seu modo integrado, onde cada elemento reflete no seu todo.A profissão da graduação em Enfermagem deve abordar o idoso em seu contexto global e levar a compreender o envelhecimento em todos os seus aspectos, visando à qualidade na promoção da saúde.
O idoso como um humano especial necessita de um cuidado da Enfermagem, seja com assistência hospitalizada, em Unidade Básica de Saúde, e em Instituições Asilar. Nesse trabalho estará abordando todas essaesferas citadas a cima, onde o Idoso esta inserido diretamente ou indiretamente.
A descrição do perfil das pessoas idosas internadas e a identificação de sua dependência de cuidados de enfermagem na admissão hospitalar. Um dos agravantes dessa situação é o alto grau de violência ou fraude, de seus bens ou direitos legais em que se encontravam os idosos quando iam procurar o serviço hospitalar,pois a maioria apresentava lesões cutâneas, tais como escarificações provocadas por escabiose, úlceras de pressão de diferentes estágios da doença, deformidades estruturadas decorrentes de imobilidade, infecção urinária, desidratação, desnutrição e sujidades acumuladas em diferentes regiões do corpo.
Esta diversidade de problemas dos clientes gerava dependência da enfermagem para satisfação de suasnecessidades humanas básicas, o que exigia, consequentemente, a implementação de um cuidar sistematizado, a partir de diagnósticos indicadores de intervenção profissional do enfermeiro.
Além das unidades clínicas se observa a situação do cuidar da Enfermagem em unidades básicas de saúde. Que visa fazer a seguinte observação: A longevidade é, sem dúvida, não somente uma conquista coletiva, mastambém um risco e uma preocupação social, bem como, uma modificação da incidência e prevalência de doenças da população com mais de 60 anos.
Para tanto, é indispensável uma rede básica treinada e equipada, oferecendo atividades preventivas de reabilitação e promoção de saúde. A demanda social para que o setor público se responsabilize pela prestação de cuidados sociais e de saúde, com políticaspúblicas específicas que busquem promover autonomia, autocuidado, integração social e melhoria da qualidade de vida além de evitar a institucionalização, ainda bastante comum entre esses idosos.
A diminuição da capacidade para realização de atividades da vida diária aumenta o risco de um idoso se tornar dependente da rede de saúde, sendo mais dependentes daqueles que apresentam maiorcomprometimento da capacidade funcional. A detecção de condições de doença, bem como tratamento adequado devem se somar a medidas preventivas, sendo estas orientadas pelos profissionais de saúde (enfermeiro) que se encontram nas Unidades Básicas de Saúde.
Trata-se de um desafio oferecer ações diversificadas capazes de atender tanto ao idoso saudável como ao dependente, além daqueles que se encontra em faseterminal de doença.
Apesar do Sistema Único de Saúde (SUS) representar uma política social das mais inclusivas, no Brasil há obstáculos na organização de serviços de saúde em diferentes níveis de complexidade assistencial, tanto no que se refere à quantidade como à qualidade das ações oferecidas para atender às diversas necessidades de saúde dos que envelhecem.
Para a implementação de medidas depromoção da saúde do idoso, deve-se conhecer o processo de Envelhecimento e ter consciência de suas implicações para a vida do indivíduo e para a sociedade. Devem-se avaliar os aspectos pertinentes à qualidade de vida dos idosos, trabalhando todos os princípios do SUS, principalmente a equidade.
Existe muita preocupação nas esferas da assistência hospitalar e das UBS, porém as Instituições...
tracking img