As questoes sociais e seu reflexo na sociedade boavistente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1349 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL


FRANSCISCA VASCONCELOS MOREIRA









AS QUESTOES SOCIAIS E SEU REFLEXO NA SOCIEDADE BOAVISTENTE
























Boa Vista, RR.
2012



FRANSCISCA VASCONCELOS MOREIRA









AS QUESTOES SOCIAIS E SEU REFLEXO NA SOCIEDADE BOAVISTENTE








Trabalho apresentado aoCurso (Serviço Social) da UNOPAR – Universidade Norte do Paraná, para a disciplina de Atividade Interdisciplinar

























Boa Vista, RR.
2012











SUMÁRIO

INTRODUÇÃO_______________________________________________3

AS QUESTOES SOCIAIS E SEU REFLEXO NA SOCIEDADE BOAVISTENTE_______________________________________________4CONSIDERAÇÕES FINAIS______________________________________8

REFERÊNCIAS_______________________________________________9





































INTRODUÇÃO

Examina-se neste trabalho que o Serviço Social tem como objetivo a contribuição a uma ordem social, política e econômica dentro das questões sociais. O Serviço Social tem na Questão Social sua base esua fundação como especialização do trabalho.









































AS QUESTOES SOCIAIS E SEU REFLEXO NA SOCIEDADE BOAVISTENTE


O enfrentamento das questões sociais tornou-se uma característica muito forte do nosso país, pois a sociedade é um retrato particular dos problemas gerados pela desigualdade social.
O inicio da discussãoacerca das questões sociais se deu justamente com o enfrentamento do capital x trabalho, ou seja, empregador e empregado, com isso os empregadores investiam seu dinheiro e os empregados ofereciam a sua força de trabalho em troca de um salário para sua sobrevivência, mas essa troca não foi assim justa o suficiente para agradar a todos.
No Brasil, que é um país rico em muitos aspectos, éindustrializado, é grande e tem a maior biodiversidade do planeta, porém, não basta crescer, se não reduzirmos as desigualdades, é preciso crescer com distribuição de renda, pois aqueles que têm seus direitos ultrajados e desprotegidos não têm acesso à riqueza criada.
Com o regime escravocrata agro-exportador, as diferenças de classe social entre os que detinham os meios de produção, que eram os colonizadoresportugueses e os escravos, que eram a mão-de-obra gratuita para tocar a economia do país, fizeram com que o país se desenvolvesse de uma forma desigual. O desenvolvimento econômico do Brasil desde aqueles tempos não quebrou o monopólio da terra e da indústria e por isso todo o crescimento foi injusto para a maior parte da população brasileira, que teve que sustentar a sede dos lucros dosmonopólios estrangeiros e nacionais até os dias atuais. A elite brasileira sempre foi egoísta e ligada ao capital estrangeiro a quem sempre se uniu para espoliar o povo.
Os trabalhadores por sua vez, necessitam e exigem uma melhoria na sua qualidade de vida, sendo assim, surgem às questões sociais como uma possibilidade de apaziguar a situação hoje existente na sociedade por conta da má distribuição derenda.
E foi pensando nisso, que o governo, juntamente com profissões que tratam diretamente com a questão social como o Serviço Social, buscou medidas para que os desiguais pudessem incorporar novamente a sociedade saindo da zona de marginalização.
Essas medidas se correlacionam com os programas assistenciais como o Bolsa Família, que além de contribuir com um dinheiro a mais para a rendafamiliar, exige que as crianças estejam devidamente matriculadas em uma rede publica de ensino bem como suas vacinações em dia, ou seja, uma tentativa de amenizar três problemas, através de uma única medida, mas claro que isso não é o suficiente, é necessário também a melhoria na rede pública de ensino, melhoria na assistência a saúde e outros.

“... a questão social é a aporia das sociedades...
tracking img