As caracteristicas dos tipos de temperamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3956 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO


As questões referentes às diferenças individuais têm sido uma preocupação constante na busca do conhecimento psicológico e têm acompanhado o homem ao longo de sua história. Diferentes dimensões, traços ou características são identificadas, dependendo do autor, do enfoque teórico.
E do período em que ocorreram os estudos Cientistas, principalmente psicólogos, buscam conhecer comoas características cognitivas e de personalidade variam entre indivíduos ou grupos. Entre as características individuais estudadas, ênfase especial tem sido dada às características de personalidade, mais especificamente ao temperamento.
Vários são os contributos de muitos autores, mas o presente trabalho debruça-se a volta da temática da característica dos tipos de temperamentos. Nesta sendaprocura-se caracterizar os temperamentos de acordo com os seus tipos e para cada caracteristica apresentaremos os seus modos de tratamento.

A palavra temperamento vem do latim = temperare, que significa "equilíbrio". Esta noção está ligada à teoria dos humores de Empédocles e de Hipócrates, na qual se defende que a saúde do ser humano depende de um equilíbrio entre os elementos que compõem estemesmo ser.

Em Psicologia, temperamento é mais comummente entendido ao que se refere ao aspecto da personalidade e diz respeito às disposições e reacções emocionais, bem como de sua rapidez e intensidade. Este conceito de temperamento está ligado a psicólogos como Jung, psicanalista; e Klages no seu tratado sobre caracterologia (1929).

Para ser honesto, o conceito de temperamento é ainda umadestas expressões que pode significar coisas diferentes para diferentes psicólogos. Apesar das divergências, estes pesquisadores chegaram às seguintes conclusões (Barclay, 1991):

1. O construtor temperamento é útil, apesar de ser praticamente inviável definir com precisão como ele interage com influências do meio ambiente;
2. Temperamento inclui elementos de energia: actividade, intensidade,vigor e ritmo de movimento tanto na fala quanto no pensamento; de reactividade: aproximação e afastamento de estímulos; emocionarias e sociabilidade;
3. A origem do temperamento deve ser procurada em disposições biológicas;
4. As manifestações do temperamento são mais estáveis durante a vida de um indivíduo do que em qualquer outro aspecto da personalidade.

De qualquer forma, o estudo dotemperamento começou a ser abordado, ao que se tem registro, pelo filósofo grego Empédocles e seu conterrâneo, o médico Hipócrates. Ambos seguidos, mais tarde, pelo greco-romano Galeno dentro do que ficou conhecida como a teoria dos humores. Outras tendências para se definir temperamento baseiam-se no formato do corpo (tendência iniciada por Kretschmer e actualizada por Sheldon nas teorias ditasmorfológicas). Finalmente, temos enfoques do temperamento baseados

mais em construtos psicológicos, dentre os quais podemos salientar a teoria de Jung e as tipologias mais modernas particularmente em voga em psicologia organizacional e da criança. Vamos detalhar um pouco algumas destas teorias.

Teoria dos Humores

Atribui-se a Hipócrates (460 – 370 a.C.) o fato de a medicina preocupar-se comproblemas psiquiátricos.
Como resultado de suas cuidadosas observações e dos diferentes comportamentos humanos, ele formulou uma teoria para explicar esses problemas. Criou uma teoria bioquímica em sua essência – a dos Quatro Temperamentos – que relacionou aos humores do corpo ou fluidos orgânicos (hoje falamos em hormônios e outras substâncias bioquímicas que podem induzir ou afetar o comportamentohumano).

Temperamentos Humores Corporais (do grego*)
Sanguíneo Sangue (* sanguis)
Colérico Bílis amarela (* Kolé = bílis)
Melancólico Bílis negra (* Melas = negro / Kolé = bílis)
Fleumático Fleuma (* Phlema = fluído espesso)

Por muitos séculos este conceito foi perpetuado, ou seja, poucas alterações ao conceito de Hipócrates foram oferecidas até o século XIX. Emmanuel Kant, filósofo...
tracking img