Arttigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1984 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
VIOLÊNCIA NA ESCOLA:

PLANO DE INTERVENÇÃO ESCOLAR
CULTURA DE PAZ








JEAN DE SILVA SANTOS














Dedicatória








Dedico este trabalho a todos os professores que, assim como eu, acreditam que aescola pode ser um lugar melhor




Caros Professores e Professoras




Este trabalho pedagógico foi especialmente elaborado pensando em você e no seu cotidiano de sala de aula, considerando seus saberes e sua experiência profissional para atuar em uma realidade complexa e diversificada, onde poderão aplicá-lo ou adaptá-lo de acordo com a realidade da escola ondelecionam.



Este material é uma produção resultante dos estudos realizados no Programa de Desenvolvimento Educacional- PDE e visa à melhoria da qualidade de ensino embasada no enfrentamento de uma das problemáticas mais recorrentes no cotidiano de nossas escolas: a violência e a indisciplina dos alunos.

O plano que ora lhe apresentamos tem 4 (quatro) etapas Pedagógicos, elaborados sobre amesma temática e assim apresentados:

- Violência na escola: construção coletiva de um plano de intervenção

– Discutindo conceitos de violência, indisciplina, incivilidade e bullying

– Contratos pedagógicos e estatutos de convivência: alternativas para o enfrentamento da violência e da disciplina na escola

– Por uma educação pela não-violência Este material não pretende esgotar umassunto tão complexo. Tem como intenção servir de referência e estímulo ao professor na grande tarefa de conduzir os alunos ao conhecimento e a uma formação cidadã.









Desejo que você, professor, tenha excelentes resultados com a
utilização deste plano de intervenção na sua escola.



SUMÁRIO




TÓPICO ASSUNTO PÁGINA

Introdução

Apresentação

1 Retomandoconceitos

2 Mobilizando a escola

3 Diagnosticando a realidade

4 Construindo um projeto coletivo

5 Definindo ações


6 Conclusão













INTRODUÇÃO


Para refletir



Era uma vez uma escola (que pode ser qualquer uma das escolas existentes no Município) que vivia sua rotina, contornando as dificuldades, celebrando as vitórias e, principalmente,sentindo que alguma coisa não ia muito bem. É que na escola, como em tantas outras, ocorriam situações de violência, de indisciplina, de incivilidades, de bullying. Mas a escola continuava sua rotina, em meio a essa tempestade caindo sobre sua cabeça, tentando se proteger sob um guarda-chuva do imobilismo. Só que esse guarda-chuva estava furado e os problemas estavam inundando a escola. Uma professora(como tantas outras) sentiu-se muito incomodada com isso tudo e pensou: “Sempre imaginei que ao me formar professora, eu estaria vestindo uma roupa invisível que me dotaria de super poderes, os quais me permitiriam mudar o mundo; se não tanto, pelo menos eu mudaria a educação, a escola em que fosse trabalhar. Na minha idealização os alunos estariam sempre contentes e com muita vontade deaprender; a escola seria um oásis de tranqüilidade em meio à agitação do mundo fora dela. Que choque ao perceber que tudo isso não passava de sonhos! Que choque ao perceber a realidade da escola! Como tudo era diferente do que eu tinha imaginado! Diversos tipos de alunos, presentes na escola pelos mais variados motivos. Nem todos motivados para aprender; comportamentos diferentes do esperado –agressividade, palavrões, provocações... E eu ali, em meio a tudo isso, sem saber para onde ir e nem que atitude tomar, tentando me defender dessa tempestade, lutando para manter-me em pé; no fundo sentindo uma grande vontade de mudar de profissão; um imenso e doloroso nó a me apertar a garganta, conseqüência da minha decepção, ou melhor, do meu despreparo para essa realidade. Em meio a tantos sentimentos...
tracking img