Artigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3460 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES E DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA

DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES E DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA



DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES E DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA


Resumo:

Com a lei 11.638/07 muitas mudanças foram feitas na leidas sociedades por ações no intuito de harmonizar a lei brasileira com as normas contábeis internacionais. O presente artigo objetiva-se demonstrar o que é a Demonstração das Origens e Aplicações (DOAR) de Recursos, qual a sua estrutura e o que consta neste relatório, bem como compará-la com a Demonstração de Fluxo de caixa (DFC), apresentando vantagens e desvantagens no que diz respeito ao seuuso, bem como a (DOAR) devido o debate existente quanto à substituição desta pela (DFC).Prossegue apresentando-se uma análise sobre os dois demonstrativos da empresa em questão extraindo do balanço as informações obtidas pela DFC e DOAR. E conclui que a DFC traz benefícios aos usuários, pois dá transparência aos relatórios contábeis e atende da melhor maneira o público interessado nas informaçõescontábeis das empresas.

Palavras-chave: Demonstração de fluxo de caixa (DFC). Demonstração das origens e aplicações (DOAR).Comparação entre doar e dfc.

INTRODUÇÃO

A Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos (DOAR) era obrigatória para as companhias abertas e para as companhias fechadas com patrimônio líquido, na data do balanço patrimonial, superior a R$ 1.000.000,00 (limiteeste atualizado pela Lei nº 9.457/97) até 31/12/2007. A partir de 01.01.2008, a DOAR foi extinta, por força da Lei 11.638/2007, sendo obrigatória para apresentação das demonstrações contábeis encerradas somente até 31.12.2007.
Sendo assim substituída pela Demonstração de fluxo de caixa que nos fornece um resumo dos fluxos de caixa relativos a três importantes aspectos das empresas sendo:atividade operacional, atividade de investimentos e atividade de financiamentos.
Apresentaremos a Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos a Demonstração de fluxo de caixa sua necessidade de implantação nas empresas o objetivo geral é demonstrar as principais características da Demonstração de Fluxo de Caixa e sua estruturação tendo como objetivos específicos;
a) identificar asvantagens e desvantagens da Demonstração do Fluxo de Caixa comparando os métodos diretos e indiretos;
b) descrever a estruturação da DFC classificando-as em atividade operacional,
investimento e financiamento;
c) mensurar a diferença entre DFC e a DOAR buscando o motivo pelo qual essa Demonstração foi substituída.
A intenção desse estudo é comprovar a fundamental importância do DFC nasdemonstrações contábeis apontando as informações necessárias sobre os reais resultados das empresas e sua situação financeira direcionadas ao público.Umas das vantagens da DFC em relação a DOAR, é que a DFC pode ser compreendida facilmente por alguém leigo no assunto, já a DOAR só mesmo quem é contador ou alguém que tenha bastante conhecimento em contabilidade para compreender. Quanto às informações, aDFC irá apresentar informações financeiras, ou seja, qual a importância em dinheiro que entrou e saiu do caixa, já a DOAR apresentará informações de caráter econômico, ou seja, quais foram os recursos que a empresa originou, e onde foram aplicados.
Como essas demonstrações apresentam informações distintas, dependerá do usuário, da empresa avaliar qual será a que melhor irá atendê-lo.
Asmudanças propostas na elaboração e divulgação das demonstrações contábeis têm como principais objetivos: atender à necessidade de maior transparência e qualidade das informações contábeis e buscar uma harmonização com as práticas contábeis internacionais. Contudo este trabalho tem como objetivo analisar a utilidade da informação obtida pela Demonstração do Fluxo de Caixa para tomada de decisão,...
tracking img