Artigo maria pena

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (690 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
NEO 2S2011 Módulo 1 TEXTO 7 PARA ONDE VAMOS?
http://www.diretodaredacao.com/noticia/para-onde-vamos
Chega a ser irônico que justo quando o Brasil inicia um ciclo de crescimento
sustentável, capazde reduzir significativamente suas desigualdades históricas, que
muitos jamais imaginavam testemunhar, o mundo entre numa crise assustadora,
de futuro sombrio, que ameaça toda a humanidade.
É bemverdade que o Brasil está mais preparado para enfrentar as crises
internacionais, como o fez em 2008, mas ninguém passa incólume a uma depressão
mundial, pois as economias estão todas interligadas ejá não existem ilhas de
prosperidade. A ameaça de tempos negros pela frente, aliás, seria uma
oportunidade para o governo brasileiro intervir ainda mais na economia, com
medidas monetárias, como aredução da exagerada taxa de juros e o controle dos
fluxos de capital.
Mesmo sem lançar mão de todos os recursos de que dispõe, o Brasil vai fazendo o
que lhe cabe, sem vergonha da intervençãoestatal, justamente para evitar o conto
neoliberal que levou o mundo ao desastre que estamos presenciando. Já foi assim
em 2008, quando os bancos públicos mantiveram o crédito irrigado diante do
recuoda banca privada, cujas preocupações não vão além dos balancetes e ficam
distantes das necessidades do país.
Não é mais possível aceitar o receituário de aperto fiscal, pois a lógica neoliberal serevelou insustentável e está fazendo água por todos os lados. A liberdade total aos
mercados e completa desregulamentação financeira não propiciou os ganhos que
prometia, a não ser para as raposasque tomaram conta do galinheiro. Estas
comeram a se fartar até que acabaram as galinhas. O modelo era tão voraz que não
se preocupava nem com o seu próprio futuro.
O problema maior é que o comandoda situação continua com os mesmos atores. A
crise de 2008 não os tirou de cena. Ao contrário, foram socorridos com dinheiro
público e continuam dando as cartas. A Standard & Poors rebaixou as...
tracking img