Arte celta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1085 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SOBRE A ARTE CELTA arte dos Celtas, povos antigos da Europa Central e Ocidental, era ativa no período préromano, habitavam grande parte da Europa, inclusive Inglaterra, Gália, partes de Portugal e da Espanha, Alemanha e República Tcheca e Eslováquia. Um tipo diferente de arte batizada em homenagem a La Téne, na Suíça, desenvolveu-se primeiro no século V a.C., basicamente em trabalhos sobremetal, um campo no qual eles mostraram extraordinária habilidade. Ornavam objetos de uso comum, como armas, armaduras, canecas e jarras, faziam algumas jóias, trabalhando principalmente o bronze e ouro, empregando sofisticadas técnicas de incrustação. Os motivos vinham de diversas fontes, mas foram transformados pela criatividade desse povo, que se deliciava com fortes desenhos geométricos e espirais,muitas vezes combinados com formas animais estilizadas, em elementos abstratos. As figuras humanas e eram raras e sempre representadas de maneira um tanto abstrata. A conquista romana tendeu a converter as formas nativas num classicismo provincial, fazendo com que a tradição celta sobrevivesse com mais força nas áreas extremas da Europa, de modo especial na Irlanda, fora do Império Romano.

A Quando os missionários cristãos se estabeleceram na Irlanda, durante a Idade Média, a arte que levaram para lá mesclou-se com elementos celtas, formando um tipo único de arte. Ainda restam vários manuscritos celtas para comprovar esta fusão de estilos. O mais marcante destes manuscritos são os capitulares (primeiras letras de cada capítulo), que eram ornadas com extrema complexidade.

NÓCELTA

Nó celta ou Knots são os padrões que representam as cordas ou fios amarrados com muitos nós.
Eles são realmente mal-denominados porque são trançados cuidadosos de tramas de precisão simétrica. Eles aparecem também em mosaicos romanos, e foram inventados por vikings e saxões, bem como os celtas. São muitos nós contínuos, sem pontas soltas, e estes também são chamados de nó górdio ou nógórdico. Isto refere-se ao mito do nó de Gordias, neste mito diziam que apenas um futuro líder do mundo pode desfazê-lo, então Alexandre, o Grande cortou-o em dois com sua espada, mostrando que ele iria conquistar o mundo pela força.

Alguns Modelos usando figuras de Animas

PÁSSAROS

Dragões entrelaçados

Significado dos Dragões para a cultura Celta

O dragão e a serpente Celtaeram símbolos antigos de fertilidade, sabedoria e imortalidade.
Um híbrido de dragão chifrudo / figura que serpente estava ligada a arcas de ouro, que era um símbolo de realeza e estado, e ao deus chifrudo Cernunnos. A serpente estava relacionada com o dragão, e estava ligada à cura, aos lagos e fontes. Os romanos observaram que os druidas especialmente reverenciavam a serpente para curar, e que osmesmos poderes atribuídos ao "ovo de serpente ", um tipo especial de pedra em forma de ovo. Uma série de contos antigos dizem que os dragões e serpentes são guardiões de tesouros que são escondidos em poços, um motivo comum é a víbora que guarda uma arca de ouro, uma referência à autoridade divina. O dragão representa as forças indomáveis da natureza, e muitas vezes moravam no fundo do terra oumar. Um dragão vermelho protetor tem sido um símbolo do País de Gales por mais de mil anos, e os dragões de vários tipos caracterizado fortemente no final de contos heróicos, especialmente aqueles das façanhas de Merlin. Após o advento do cristianismo, o dragão foi usado para simbolizar o caos, e muitos contos de santos em poços e de santos contra dragões furiosos que causam desastres naturais,histórias em que os dragões são sutis analogias também de religiões pagãs pré-cristãos e quando eles vieram para evangelizar aquele povo colocaram as serpentes sagradas como sinais de certeza de que os druidas eram adoradores do diabo, distorcendo o significado original e cultural daquele povo. A sobreposição de culturas desvirtua o significado real e o tempo apaga a memória do passado, nem tudo é...
tracking img