Arquiteta e urbanista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2314 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
| Estado de Mato GrossoSecretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior.Fundação Universidade do Estado de Mato GrossoInstituto de Ciências Sociais AplicadasCampus Universitário de Barra do Bugres Departamento de Arquitetura e Urbanismo | |

RELATÓRIO DE PROJETO ALTERNATIVO
Pastilhas Plásticas


Discente: Débora Mendes 07.2.89.24 Suellen Coêlho 08.1.89.06Docente: Jane Eliza de Almeida

JUNHO/2011
Barra do Bugres – MT

INTRODUÇÃO
O presente trabalho propõe a idéia de elaborar pastilhas alternativas feitas de material 100% plástico, no qual foram realizados testes bem sucedidos com dois tipos de materiais: canudinhos e copos descartáveis .O interesse de executarexperiência com pastilhas surgiu da grande popularidade e procura no mercado da construção civil, é um revestimento fácil de ser aplicado tanto internamente quanto externamente. Hoje as pastilhas são utilizadas em cozinhas, banheiros e principalmente em fachadas.
Os primeiros edifícios brasileiros contendo revestimentos de pastilhas cerâmicas ou vitrificadas surgiram por volta de 1950, comexcelentes resultados, devido à boa aceitação desse acabamento pelo mercado da construção civil e a facilidade na combinação de cores, brilho e aparente solidez atraíram o consumidor. Painéis artísticos decorativos, com mosaicos e desenhos, também são comuns nesse tipo de acabamento, alguns compondo paredes, fachadas de edifícios e outras aplicações. (MATTOS, Andrea 2007).
1. REVESTIMENTO DE PAREDE- PASTILHAS
As pastilhas oferecem muitas vantagens como o impedimento de infiltrações, a rápida aplicação, durabilidade, resistência, e do ponto de vista estético a pastilha valoriza a construção. A aplicação das pastilhas é simples, compreendendo, basicamente, quatro etapas seqüenciais: a preparação do substrato na superfície a ser revestida, a aplicação da argamassa sobre o substrato e nasplacas de pastilhas, e a fixação das placas de pastilhas na superfície com pressão e batidas e a remoção do papel e no final limpeza e revisão do rejuntamento da superfície. Sua manutenção deve ser diariamente e revisão técnica anual com direito a reparos, rejuntamentos e limpeza. Exemplos de pastilhas que podem ser encontradas no mercado: de côco, vidro, chifre, madrepérola, osso, aço inox emármore.
Com o tempo ou a má aplicação as pastilhas podem apresentar desprendimentos, trincas ou bolhas. Devido à grande quantidade de pastilhas a serem coladas, por exemplo, em uma fachada é quase impossível que a fixação de todas seja feitas iguais e posteriormente com as deformações naturais lentamente da estrutura. A temperatura também influencia, podendo causar dilatações diurnas devido à incidênciado sol e ou dilatações noturnas devido às temperaturas baixas. A falta de manutenção também pode causar infiltrações e futuros descolamentos. (MATTOS,Andrea 2007).
2. PLÁSTICO
Em 1860 o inglês Alexandre Pakers começou a estudar sobre o nitrato de celulosa, e nomeou-a de Parkesina, o material era utilizado em estado sólido e possuía flexibilidade, resistência á água e cor opaca de fácilpintura. Após dois anos houve a Exposição Internacional de Londres onde Parkers apresentou as primeiras amostras do antecessor do primeiro material plástico. Em 1870 Hyatt um tipógrafo americano obteve sucesso aperfeiçoando a celulóide, surgindo assim a primeira matéria plástica artificial sendo inaugurada a primeira fábrica dessa nova matéria-prima com o nome de Albany Dental Plate Company sendoutilizada primeiramente pelos dentistas.
O plástico começa a ter várias vantagens sobre os materiais já existentes como vidro, madeira, algodão, celulose e metais, e também substituiu matérias primas de origem animal, como marfim, couro e lã, assim dando oportunidade a população de baixa renda ter acesso aos produtos desse material devido o baixo custo. Com o surgiram o polietileno, PVC,...
tracking img