Argamassa e concreto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1047 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS – UNISINOS










RELATORIO – MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II








São Leopoldo, 29 de novembro de 2011.



1. INTRODUÇAO



Os agregados definem-se como materiais granulares, sem forma e volume definidos, geralmente inerte, de dimensões e propriedades adequadas para a engenharia. Compõem as argamassas e o concreto e têm porfinalidades resistir aos esforços, diminuir a retração e o consumo do aglomerante. É de fundamental importância o conhecimento das propriedades dos agregados, pois influenciam diretamente no comportamento do concreto e das argamassas.
A produção do concreto envolve uma série de operações controladas de forma a obter-se a partir dos materiais componentes, um concreto que nos estadosfrescos e endurecido, possa atender aos requesitos de cada situação de emprego.
Para que possa depois de endurecido, resistir aos esforços derivados das mais diversas condições de carregamento a que possa ser submetido, bem como apresente características de durabilidade, dosagem e mistura dos materiais, transporte até o local de aplicação, lançamento, adensamento (eliminando os vazios) e a cura.Neste estudo iremos apresentar a análise feita da pasta de cimento e do concreto moldado em laboratório com referência nos agregados coletados na obra Urbano Santana, localizada na rua Livramento, 525 bairro Santana em Porto Alegre RS, tendo como responsável técnico o Engenheiro Bolivar Correa.










2. CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DA ARGAMASSA

2.1 Determinação da ResistênciaMecânica à Compressão da Argamassa

Foram confeccionados 8 corpos de provas com dimensões 50 x 100 mm onde quatro corpos de prova com relação água/cimento de 0,45 e mais quatro corpos de prova com relação água/cimento de 0,65, sendo quatro rompidos aos 7 dias e quatro rompidos aos 25 dias, a uma velocidade de aplicação de 0,25MPa/s. No entanto um dos corpos de prova com fator a/c=0,45,apresentou uma falha de moldagem, resultando em um Fck bem inferior. Os resultados obtidos estão apresentados na tabela 1:

Tabela 1: Argamassa - Determinação da resistência à compressão.

|Identificação do |Data de Moldagem |Idade para o |
|corpo de prova | |ensaio |
|0,25 |57,27 |60,65 |
|0,30 |44,57|47,23 |
|0,35 |34,68 |36,77 |
|0,40 |26,99 |28,64 |
|0,45 |21,00 |22,30 |
|0,50 |16,34 |17,37 |
|0,55 |12,72 |13,52 |
|0,60 |9,90 |10,53 |
|0,65 |7,70|8,20 |
|0,70 |5,99 |6,39 |
|0,75 |4,66 |4,97 |
|0,80 |3,63 |3,87 |
|0,85 |2,82 |3,02 |
|0,90 |2,20 |2,35 |


3. Caracterização do Concreto

A caracterização do concreto concebida atraves dareprodução em laboratório de um concreto, utilizando o cimento portland da marca Votoran, tipo CP IV – 32, nos seguintes traços.

3.1 Traço do Concreto

O primeiro traço, foi calculado conforme as determinações de areia e brita. Devendo chegar a 30MPa e slump 80mm ± 10

De acordo com a resitencia estimada aos 28 dias de 30 MPa segue desenvolvimento do cálculo do traço.Utilizando o ábaco de determinação de água/cimento para cimento pozolânico – 32. Encontramos o valor de a/c=0,50.

[pic]




Em seguida o consumo de água conforme a tabela abaixo, foi encontrado um consumo de 205 l/m³ em função do diâmetro máximo de 19mm do agregado graúdo.




[pic]










[pic]

Consumo de agragegado graúdo em função do...
tracking img