Aquifero guarani

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1158 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O principal aquífero do Estado de São Paulo: Guarani



São Paulo, novembro de 2012

Objetivo O presente trabalho tem como foco de estudo à analise acerca do principal aquífero do Estado de São Paulo, desde identificar o objeto, até analisar a sua formação, composição, disposição e utilização antrópica.

Introdução Tomaremos como foco o aquífero Guarani e estudaremos as suas principaiscaracterísticas. Neste estudo, analisaremos como são formados os aquíferos, discutiremos a sua composição – ilustrando os principais elementos que o compõe, bem como sua disposição no Estado de São Paulo (disposição esta que representa apenas uma percentagem dentre toda a área banhada pelo aquífero) e a utilização que o homem dá à essas reservas de água.

OS AQUÍFEROS A água infiltra no soloe percola através de uma região chamada zona não saturada ou zona de aeração (região na qual os poros ficam parcialmente preenchidos por água e por ar). Nesta região, parte da água infiltrada é absorvida pelas raízes das plantas e outros seres vivos ou evapora e retorna à atmosfera. A parte restante continua percorrendo em movimento descendente através da força da gravidade. A água que finalmentechega à zona saturada (região na qual os poros ficam totalmente preenchidos por água) é chamada de água subterrânea. Os aquíferos são, simplificadamente, reservatórios de água subterrânea. São compostos por camadas e/ou formações geológicas (fraturas) de rochas porosas e permeáveis e são capazes de retenção e armazenamento de água. Estes podem ser classificados quanto ao tipo de porosidade darocha que o compõe, podendo ser fissural, cárstico e granular. O aquífero fissural é composto por rochas cristalinas consolidadas, onde a circulação da água se faz através de fissuras e fraturas causadas pelo movimento das placas tectônicas. Ex: basalto, granitos, gabros, filões de quartzo, etc. Aquífero granular é composto por rochas sedimentares consolidadas, sedimentos inconsolidados ou solosarenosos, onde a circulação da água se faz no poros formados entre os grãos de composição da rocha sedimentar (areia, silte e argila). Aquífero cárstico é formado em rochas calcárias ou carbonáticas, onde a circulação faz nas fraturas e descontinuidades resultantes da dissolução do carbonato pela água (lixiviação). As rochas são os calcários, dolomitos e mármores. O PRINCIPAL AQUÍFERO DE SÃO PAULOAtravés dos estudos realizados sobre a disposição dos aquíferos situados sob a área do Estado de São Paulo, aferimos que o aquífero Bauru é aquele que ocupa a maior dimensão dentro do Estado, ocupando a metade oeste do território paulista, estendendo-se por 96900 km². Entretanto, podemos concluir com total clareza que o principal aquífero do Estado é o aquífero Guarani.

Tal aferição pode serconstatada quando sabido que o aquífero Guarani foi considerado o maior manancial de água doce subterrânea transfronteiriço do mundo, cerca de 1,2 milhão de km² - sua maior parte fica no território brasileiro contendo 70% de sua área total (840000 km²) - , e é evidentemente o aquífero com maior potencialidade no Estado de São Paulo, fato ilustrado no mapa a seguir. (figura 1)

Figura 1 – FONTE:DAEE/IG/IPT/CPRM 2005 O AQUÍFERO GUARANI O Aquífero Guarani, denominação do geólogo uruguaio Danilo Anton em memória do povo indígena da região, é de caracteristica predominantemente sedimentar. Sua maior ocorrência se dá no território brasileiro (2/3 da área total), abrangendo os Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e naAmérica do Sul abrangendo a Argentina, Paraguai e Uruguai. No Estado de São Paulo, a sua ocorrência se dá na porção oeste e ocupa certa de 17000 km² de área aflorante e 174000 km² de área confinada. Esse reservatório de proporções gigantescas de água subterrânea é formado por derrames de basalto ocorridos nos Períodos Triássico, Jurássico e

Cretáceo Inferior (entre 200 e 132 milhões de anos). É...
tracking img