Apotila

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3698 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
CAPÍTULO 1: FUNDAMENTOS DE LÓGICA
Olá, amigos! É uma alegria imensa recebê-los para darmos início a este novo Curso. Dentro de pouco tempo, se Deus quiser, e contando com o esforço e a vontade de cada um, estaremos muito mais preparados para enfrentar o desafio de resolver uma prova de Raciocínio Lógico de concurso.
Vejamos os primeiros conceitos de Lógica.
# Primeiros Conceitos:O conceito mais elementar no estudo da lógica – e, portanto, o primeiro a ser visto – é o de Proposição.
Trata-se, tão somente, de uma sentença – algo que será expresso por meio de palavras ou de símbolos – cujo conteúdo exprime um juízo ao qual possa ser considerado verdadeiro ou falso.
Então, se eu afirmar “a Terra é maior que a Lua”, estarei diante de uma proposição, cujovalor lógico é verdadeiro.
Daí, ficou claro que quando falarmos em valor lógico, estaremos nos referindo a um dos dois possíveis juízos que atribuiremos a uma proposição: verdadeiro (V) ou falso (F).
Mais exemplos de proposições:
→ A baleia é um mamífero. (verdade!)
→ Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar. (verdade!)
→ 8 > 5 (verdade!)
→ O cachorro mia. (Falso!)
→ Alice édentista. (Também é uma proposição, pois é uma sentença declarativa, mas o valor lógico verdadeiro ou falso é indeterminado).
E se alguém disser: “Feliz ano novo!”, será que isso é uma proposição verdadeira ou falsa? Nenhuma, pois não se trata de uma sentença para a qual se possa atribuir um valor lógico. Concluímos, pois, que...
→ sentenças exclamativas: “Caramba!” ; “Que carro veloz!”
→sentenças interrogativas: “como é o seu nome?” ; “o jogo foi de quanto?”
→ sentenças imperativas: “Estude mais.” ; “Leia aquele livro”.
... não são consideradas proposições. Somente aquelas primeiras – sentenças declarativas – são proposições, pois podemos atribuir um valor lógico verdadeiro ou falso.
Importante: Sentenças que não possuem verbo não podem ser consideradasdeclarativas, consequentemente também não são proposições. Por exemplo, “A sopa é de cebola” é uma proposição, mas se tiver escrito somente “A sopa de cebola”, então não será proposição, pois falta o verbo.
Vamos resolver um exercício recente da FCC sobre o assunto discutido acima.
EXEMPLO 01: (ICMS/SP 2006 FCC) Das cinco frases abaixo, quatro delas têm uma mesma característica lógica em comum, enquanto umadelas não tem essa característica.
I. Que belo dia! II. Um excelente livro de raciocínio lógico.
Raciocínio Lógico – AFC/CGU – Sérgio Carvalho & Weber Campos
1 http://www.euvoupassar.com.br Repita com fé: Eu Vou Passar
III. O jogo terminou empatado? IV. Existe vida em outros planetas do universo. V. Escreva uma poesia. A frase que não possui essa característica comum é a (A) I. (B) II. (C)III. (D) IV. (E) V. Sol.: Devemos descobrir que tal característica lógica é essa, para isso devemos analisar as cinco frases. Vamos adiante!
É fácil concluir que:
→ a frase I é exclamativa;
→ a frase III é interrogativa; e
→ a frase V é imperativa.
Tudo bem?
Dissemos anteriormente que sentenças exclamativas, interrogativas e imperativas não são proposições. Daí, as frases I, III e V nãosão proposições.
E será que é isso que ele quer: diferenciar as sentenças que são proposições das que não são? A presença de sentenças interrogativa, exclamativa e imperativa evidencia que é isso mesmo que se deseja. Então a característica lógica que se comenta no enunciado da questão está associada ao conceito de proposição.
Segundo o enunciado, quatro delas têm uma mesmacaracterística lógica em comum, que como nos parece é o fato de não ser proposição, como já encontramos três delas, então ainda resta uma.
A frase II é uma sentença declarativa? Ela exprime um juízo? A resposta é NÃO! Para que uma frase seja declarativa faz-se necessário a presença de um verbo. Não há verbo na frase II! Daí, ela não é declarativa e, consequentemente, não é proposição. Se a frase...
tracking img