Apostila fotografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 60 (14890 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Apostila de
Fotografia

Por Filipe Salles

Definição
A Fotografia é a arte de fixar, por meio de agentes químicos, com ajuda de
uma câmara escura e com um fonte de luz externa, uma imagem qualquer
de objeto posto à frente desta câmera. A nomenclatura vem do grego Photos
= Luz / Graphos = escrita, portanto, “escrita da luz”.
A fotografia depende basicamente de quatro elementos: Luz,Câmera,
Emulsão e Químicos. As fontes de luz, tanto as artificiais como a luz solar,
são as responsáveis pelo fenômeno fotográfico, sendo os outros elementos
um conjunto que, quando utilizados da maneira correta, permitem apreender a luz numa base emulsionada, acetato positivo, negativo ou papel. Portanto, a fotografia nada mais é do que a arte de desenhar com a luz, encontrando equilíbrio entre oclaro e o escuro, e assim moldando texturas de
objetos fotografados.

História
Luz
Luz é um fenômeno que intriga cientistas há muito tempo. Os próprios gregos já haviam indagado a respeito de sua natureza, chegando a duas conclusões, por vezes conflitantes, que alternavam a preferência dos
estudiosos. A escola Pitagórica, principalmente com Platão, acreditava que todo objeto visível emitiauma
torrente constante de partículas luminosas, que eram captadas por nossos olhos. A oposição disso veio
com Aristóteles, que acreditava sair dos nossos olhos uma onda vibratória que atingia os objetos e tornavaos visíveis.
Tinha-se então duas teorias: Partículas e ondas. As partículas propagavamse como gotas saindo de uma mangueira, e as ondas, como uma pedra
atirada na água. Tratava-seapenas de especulações sobre a natureza e,
embora a discussão sobre a teoria de partículas e ondas tenha perdurado
até o início do séc. XX, hoje sabe-se que tanto Platão quanto Aristóteles
estavam certos, ainda que parcialmente.
A primeira descoberta importante surgiu ainda na Grécia com Heron, de
Alexandria, que, fazendo experiências com espelhos, descobriu que a luz
caminha em linha reta, o quelevou à seguinte lei: o ângulo de incidência é
igual ao ângulo de reflexão.
Daí até o séc. XVII, o progresso foi lento. O que mais intrigava os cientistas
da época era saber se, afinal, a luz era uma partícula ou uma onda. E não
conseguiam explicar como, sendo que a luz caminha em linha reta, um
pedaço de madeira num copo com água parecia mudar de direção no novo
meio líquido, ou seja, nãoparece reto ao observador.
Snell mediu então o desvio em vários meios como água, ar, vidro, e constatou que o desvio variava de
acordo com o meio.
A esse fenômeno ele chamou REFRAÇÃO.
O ângulo de refração varia também com o ângulo de incidência. Se o raio incidir num ângulo de 90o, não há
desvio nenhum, uma parte é refletida e outra é transmitida na mesma direção.
Em 1678, Christian Huygenssugeriu que o índice de refração é determinado pela velocidade que a luz
atravessa o meio. Ele pensava que a luz era um movimento ondulatório, e se estivesse certo, o índice de
refração seria maior quanto menor fosse a velocidade com a qual a luz penetrasse no meio. Mas se fosse
partícula, acorreria o posto, ou seja, num meio mais denso, a velocidade seria maior, porque as partículas
FilipeSalles

Apostila de Fotografia

2

seriam atraídas pelas moléculas. Mas não havia tecnologia disponível para medir a velocidade da luz com
precisão, de maneira que permaneceu a dúvida quanto à natureza do fenômeno luminoso, embora Huygens
estivesse certo quanto à refração ser decorrente da alteração de velocidade.
Isaac Newton também fez importantes contribuições neste campo, a maioria nocampo da cor. A princípio,
fazendo um feixe de luz passar por um prisma, percebeu que a luz se decompunha num espectro de cores,
passando do alaranjado, amarelo, azul, até o violeta, e que podia recompor em luz branca este espectro à
vontade. Assim, descobriu que a luz branca era formada por todas as cores do espectro. Mas, isolando as
cores, nada podia fazer para alterar sua natureza. Essa...
tracking img