Romaq

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1497 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ROMA:
FUNDAÇÃO DE ROMA (EXPLICAÇÃO CIENTÍFICA):

753 a. C. grupo de pequenas comunidades se organizou pela aliança de tribos dando origem a Roma (imagem dos irmãos: comunidades de mesma origem);

Fase inicial marcada por disputas pelo poder entre grupos próximos (irmão que mata o outro representa esse conflito);

Com passar dos anos romanos mantiveram seus territórios (muralhas) econstituíram um imenso império (com força das legiões).

Os primeiros habitantes eram originários da região mediterrânea;

2000 a. C. migrações levaram povos do interior da Europa – indo-europeus – a se estabelecerem no centro da península Itálica;

Esses ficaram conhecidos como italiotas (compunham-se de inúmeras tribos latinas, sabinas, samnitas entre outras);

Mais tarde etruscos, gregos egauleses também ocuparam a região peninsular;

Século VIII a. C. etruscos dominaram Roma (vilarejo tornou-se centro urbano: ruas, estradas, rede de esgoto e aquedutos).

História política dividida em 3: Monarquia (753 a. C. ao século VI a. C.), República (século VI a.C. ao I a. C.) e Império (28 a.C. ao século V d.C.).



MONARQUIA OU REALEZA:

Provavelmente 7 reis (4 latinos e sabinos e 3etruscos);

Rei cuidava da administração pública, justiça, religião e exército;

Rei era eleito pela Assembléia Curiata (homens adultos, originários da elite romana);

Rei era vitalício (por toda a vida);

Senado fiscalizava o rei, limitando seu poder;

Senado era composto por 100 membros (da aristocracia romana – PATRÍCIOS X PLEBEUS), quando rei morria era o Senado que preparava listacom futuros candidatos;

Reis etruscos, principalmente o último (Tarquínio, o Soberbo) centralizaram o poder, limitando a autoridade do Senado (no domínio etrusco – século VIII ao VI, vilarejo tornou-se centro urbano: ruas, estradas, rede de esgoto e aquedutos);

509 a.C. Senado se revolta e põe fim a monarquia, expulsando os etruscos;

Esse ano marcou o surgimento da República.

REPÚBLICA:República em latim: “coisa pública”;

Porém instituições políticas eram controladas pelos patrícios (controlavam política, religião e justiça);

Plebeus pagavam impostos e não tinham direito políticos;

No lugar do rei governavam 2 cônsules (eleitos por um ano pela Assembléia Curiata – também votava leis, e decidiam guerra);

Principais cargos votados pela Assembléia: Pretor (justiça);Pontífice (religião);

Censor (cuidava do censo e da divisão em tribos, domicílio e renda – para compor Assembléias-; e arrecadava impostos);

Questor (financeiro – administravam tesouro público);

Edil (conservação da cidade e policiamento);

Instituição mais poderosa era o Senado: supervisionava e limitava os poderes dos cônsules, cuidavam das finanças, assuntos externos epromulgavam leis.

Em caso de crise, Senado podia nomear ditador – magistrado escolhido para assumir o controle da República em casos que colocassem em risco a estabilidade ou a segurança do Estado.
Ditador dispunha de poderes absolutos, mas por seis meses.

Falta de participação política e desigualdades fizeram plebeus lutarem por direitos.

Principais conquistas plebéias – parte I
494 a.C. :Tribunos da plebe (eleitos pela Assembléia Centuriata – formada por representantes das centúrias – divididas pelo censo) - poder de veto às leis propostas pelo Senado.
471 a.C.: Assembléia da plebe - eleger os tribunos da plebe.
450 a.C.: Lei das Doze Tábuas - fixação e publicação escrita das leis tradicionais.
445 a.C.: Lei Canuléia - liberdade de casamento entre patrícios e plebeus.EXPANSIONISMO ROMANO:

Entre séculos IV e III a.C. os romanos conquistaram a Península Itálica.

Expansão pela Itália trouxe vários benefícios econômicos: ampliação das terras e da mão-de-obra escrava fez crescer a produção; o comércio e a economia monetária intensificaram-se e surgiram oportunidades para um rápido enriquecimento, inclusive de certos setores da plebe.

Contudo, crescimento...
tracking img