Apostila da alice grimm

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7179 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Alice Marlene Grimm

Ensino: Meteorologia Básica: Notas de Aula Online Pesquisa: Grupo de Pesquisas em Meteorologia

Contatos: Alice Marlene Grimm Universidade Federal do Paraná Departamento de Física Fone: 361-3097 e-mail: grimm@fisica.ufpr.br http://fisica.ufpr.br/grimm/aposmeteo/index.html

Estas Notas de Aula destinam-se a prover material básico de estudo aos alunos da DisciplinaMeteorologia Básica da Universidade Federal do Paraná. A bibliografia de apoio utilizada para redação destas notas e para estudos complementares encontrase em um capítulo separado.

1

Índice

INTRODUÇÃO À METEOROLOGIA QUE É METEOROLOGIA ? A ATMOSFERA RADIAÇÃO SOLAR E TERRESTRE. BALANÇO DE CALOR. MOVIMENTOS DA TERRA, ESTAÇÕES. RADIAÇÃO ELETROMAGÉTICA ABSORÇÃO E EMISSÃO DE RADIAÇÃO POR MOLÉCULASDESCRIÇÃO QUANTITATIVA DA RADIAÇÃO LEIS DE RADIAÇÃO (PARA CORPOS NEGROS) DISTRIBUIÇÃO DA RADIAÇÃO RADIAÇÃO SOLAR INCIDENTE RADIAÇÃO TERRESTRE MECANISMOS DE TRANSFERÊNCIA DE CALOR BALANÇO GLOBAL DE CALOR BALANÇO DE CALOR LATITUDINAL MEDIDA DE RADIAÇÃO QUESTÕES DE REVISÃO TEMPERATURA CALOR E TEMPERATURA ESCALAS DE TEMPERATURAS MEDIDA DA TEMPERATURA ÍNDICES DE DESCONFORTO HUMANO CONTROLES DATEMPERATURA DISTRIBUIÇÃO GLOBAL DE TEMPERATURAS QUESTÕES DE REVISÃO PRESSÃO ATMOSFÉRICA DEFINIÇÃO A LEI DOS GASES IDEAIS VARIAÇÃO COM A ALTITUDE VARIAÇÕES HORIZONTAIS INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA E DO VAPOR D’ÁGUA DIVERGÊNCIA E CONVERGÊNCIA ALTAS E BAIXAS MEDIDAS DE PRESSÃO ATMOSFÉRICA QUESTÕES DE REVISÃO UMIDADE, CONDENSAÇÃO E ESTABILIDADE ATMOSFÉRICA O CICLO HIDROLÓGICO MUDANÇAS DE ESTADO UMIDADE PRESSÃO DEVAPOR, UMIDADE ABSOLUTA, RAZÃO DE MISTURA SATURAÇÃO UMIDADE RELATIVA 2

PROBLEMAS TEMPERATURA VIRTUAL E A LEI DOS GASES IDEAIS PARA O AR ÚMIDO PROBLEMA MEDIDAS DE UMIDADE VARIAÇÕES ADIABÁTICAS DE TEMPERATURA A PRIMEIRA LEI DA TERMODINÂMICA PROCESSOS ADIABÁTICOS TEMPERATURA POTENCIAL ESTABILIDADE DETERMINAÇÃO DA ESTABILIDADE INVERSÕES DE TEMPERATURA E POLUIÇÃO DO AR VARIAÇÕES DE ESTABILIDADELEVANTAMENTO FORÇADO QUESTÕES DE REVISÃO CONDENSAÇÃO, NUVENS E PRECIPITAÇÃO PROCESSOS DE SATURAÇÃO EM BAIXOS NÍVEIS ORVALHO E GEADA NEVOEIRO NUVENS FORMAÇÃO DE NUVENS CLASSIFICAÇÃO DE NUVENS FORMAÇÃO DE PRECIPITAÇÃO O PROCESSO DE BERGERON PROCESSO DE COLISÃO - COALESCÊNCIA MEDIDAS DE PRECIPITAÇÃO QUESTÕES DE REVISÃO O VENTO FORÇAS QUE AFETAM O VENTO FORÇA DE GRADIENTE DE PRESSÃO FORÇA DE CORIOLIS OVENTO GEOSTRÓFICO PROBLEMA O VENTO GRADIENTE PROBLEMA VENTOS NA CAMADA DE ATRITO (PRÓXIMO À SUPERFÍCIE) COMO OS VENTOS GERAM MOVIMENTO VERTICAL MEDIDAS DO VENTO QUESTÕES DE REVISÃO CIRCULAÇÃO GLOBAL CIRCULAÇÃO GLOBAL IDEALIZADA DISTRIBUIÇÕES OBSERVADAS DE VENTO E PRESSÃO NA SUPERFÍCIE OS VENTOS DE OESTE POR QUE DE OESTE? CORRENTES DE JATO ONDAS NOS VENTOS DE OESTE QUESTÕES DE REVISÃO 3 INTRODUÇÃO À METEOROLOGIA QUE É METEOROLOGIA ? A meteorologia (do grego meteoros, que significa elevado no ar, e logos, que significa estudo) é a ciência que estuda a atmosfera terrestre. Seus aspectos mais tradicionais e conhecidos são a previsão do tempo e a climatologia. O tempo pode ser definido como o estado da atmosfera em determinado instante e lugar. O clima tem sido freqüentemente definido comoum " tempo médio ", ou seja, um conjunto de condições normais que dominam uma região, obtidas das médias das observações durante um certo intervalo de tempo. Contudo, variações e condições extremas do tempo também são importantes para caracterizar uma região. Por exemplo, fazendeiros estão interessados não apenas em conhecer a precipitação média de novembro, mas também a freqüência de novembrosextremamente secos. Da mesma forma o gerenciamento de recursos hídricos exige o conhecimento não apenas de valores médios, mas também de valores extremos e sua probabilidade de ocorrência. Portanto, o clima é o conjunto de toda a informação estatística sobre o tempo em determinado local. A longo prazo é o clima que determina se uma região é ou não habitável e sua vegetação natural; num prazo mais...
tracking img