Apostila biometria 2

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7856 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Avaliação da Aptidão Física





Prof. Luiz Daniel P. de Almeida









































Este material foi desenvolvido com o único intuito de servir como apoio aos estudos referentes à disciplina de Biometria II. É fundamental salientar que a utilização deste não descarta de forma alguma a necessidade de leitura da bibliografiarecomendada. É importante lembrar ainda que, por se tratar de uma apostila de suporte, algumas referências podem não constar na forma devida e recomendada pelas normas da ABNT.

Para um melhor entendimento, o conteúdo desta apostila estará dividido nos seguintes tópicos:
1. Avaliação da capacidade cardiorrespiratória;
2. Avaliação preliminar de saúde e classificação de risco;3. Avaliação da força e resistência muscular;
4. Avaliação da flexibilidade;
5. Avaliação da habilidade motora e esportiva;
6. Avaliação da capacidade funcional do idoso.































1. Avaliação da capacidade cardiorrespiratória –

Um dos componentes mais importantes da aptidão física é a resistênciacardiorrespiratória. Ela consiste na capacidade de realizar exercícios dinâmicos envolvendo grandes grupos musculares em intensidade moderada a alta por períodos prolongados (ACSM, 2000).

1.1 Definição de termos:

Os fisiologistas do exercício consideram que o consumo máximo de oxigênio medido diretamente (VO2 máx) ou o pico de VO2 seja a medida mais válida da capacidade funcional do sistemacardiorrespiratório.

Resistência cardiorrespiratória – capacidade do coração, pulmões e sistema circulatório de suprir o oxigênio, de forma eficiente, para os músculos que estão trabalhando.

Consumo máximo de oxigênio (VO máx) - Quantidade máxima de O2 que um indivíduo consegue captar do ar alveolar, transportar aos tecidos pelo sistema cardiovascular e utilizar em nível celular por unidade detempo. O VO2 máximo reflete:
✓ A capacidade do coração, pulmões e sangue de transportar oxigênio para os músculos em exercício;
✓ A utilização de oxigênio pelos músculos durante o exercício.


VO2 de pico - É representado pela existência de um platô do VO2. Quando os valores de VO2 não se alteram ou apresentam aumento inferior a 2,1 ml(kg.min)-1 para um ajuste de carga de 5 a10%.

VO2 absoluto – É medido em litros por minuto (l/min) ou mililitros por minuto (ml/min). Ele proporciona uma medida do custo energético para atividades que não envolvam a sustentação do peso corporal, como cicloergometria de pernas ou de braços. O VO2 absoluto está diretamente relacionado ao tamanho corporal, desta forma, homens normalmente apresentam maiores valores do que as mulheres.VO2 relativo – É o VO2 expresso relativamente ao peso corporal em ml(kg.min)-1. Estima o valor energético de atividades que envolvem a sustentação do peso corporal, como caminhadas, corridas e step.

VO2 bruto – Consiste na taxa total de consumo de oxigênio e reflete aos custos energéticos em repouso e em exercício (VO2 bruto = VO2 em repouso + VO2 em exercício).

VO2 líquido – Representa ataxa se consumo de oxigênio em excesso do VO2 em repouso e serve para descrever o custo energético do exercício.

Equivalente metabólico (MET) - Representa o consumo de O2 em repouso. 1 MET equivale aproximadamente ao consumo de 3,5 ml (Kg.min)-1


Quilocaloria (Kcal) - Unidade metabólica utilizada para expressar gasto energético. Calor necessário para elevar a temperatura de 1 kg de água (1litro) em 10 C. O consumo de 1 L.min-1 equivale aproximadamente ao gasto de 5 Kcal.

Déficit aeróbico funcional (FAI ou DAF) - Indicador de condicionamento aeróbico a partir da relação entre VO2 máximo obtido e VO2 máximo previsto.
FAI = (VO2 previsto – VO2 obtido) x 100
VO2 previsto



1.2 Tipos de testes:

Os testes utilizados na avaliação do consumo máximo de oxigênio podem receber...
tracking img