Apl de sisal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5499 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
Universidade Federal da Bahia
Graduação Tecnológica em Gestão Pública e Gestão Social
Metodologia do Trabalho Científico

Elda Cilene Fonseca Costa Santos¹
Ioneide Moura Chastinet¹

PROJETO DE PESQUISA: PLANEJAMENTO ECONOMICAMENTE NECESSÁRIO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO DO APL DE SISAL

Resumo

Este Relatório trata da análise financeira - orçamentária do PROGREDIR, decaráter exploratório, mas precisamente do APL de Sisal, na região de Valente, como instrumento de desenvolvimento da região semi-árida da Bahia, conhecida como Território do Sisal, que está localizado na Microrregião Nordeste do estado e visa analisar o impacto sócio-econômico do projeto apresentado.

Palavras-Chave
Arranjo Produtivo Local. Sisal. Orçamento. Desenvolvimento

Salvador, julho de2010[1]

[pic]
Universidade Federal da Bahia
Graduação Tecnológica em Gestão Pública e Gestão Social
Metodologia do Trabalho Científico

PROJETO DE PESQUISA: PLANEJAMENTO ECONOMICAMENTE NECESSÁRIO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO DO APL DE SISAL

Projeto de Pesquisa apresentado á disciplina Metodologia do trabalho Científico do Curso de Graduação Tecnológica em GestãoPública e Social da Escola de Administração da UFBA.

Orientador: Profº Drº Horácio Hastenreiter Filho

Salvador, julho de 2010

SUMÁRIO

I – Introdução 4

1. Problematização 5
2. Objetivo Geral 5
3. Objetivos Específicos 5
4. Justificativa 5
5. Delimitação 6
6. Hipóteses 6

II – Referencial Teórico7

1. Aspectos Financeiros 8

2. Desenvolvimento Econômico do APL de Sisal 10

III- Metodologia 14

IV- Cronograma 16

V- Orçamento 17

Anexos

Referências

I. Introdução

Este projeto de pesquisa trata da análise orçamentária do Arranjo Produtivo de Sisal no semi-árido baiano como parte integrante do Programa Progredir da Secretaria de Ciênciae Tecnologia – SECTI, enquanto política para promoção do desenvolvimento territorial e visa analisar o impacto sócio-econômico do referido APL na região sisaleira.
Para o cumprimento dos objetivos do trabalho, foram seguidos os procedimentos metodológicos arrolados no roteiro da disciplina enviado pelo orientador da mesma. As informações e dados foram, em boa parte, obtidas em sítios oficiaisespecíficos do APL de Sisal, de pesquisas bibliográficas em que se destacam diversos estudiosos do tema. De modo a completar a informação, faz-se necessária a realização, também, de entrevistas com atores do APL de Sisal, integrantes da APAEB- Valente – Associação dos Pequenos Agricultores do Estado da Bahia e com gestores públicos da SEPLAN- Secretaria do Planejamento e da SECTI – SecretariaEstadual da Ciência e Tecnologia.
Todavia, diversas limitações se apresentaram ao trabalho à medida que se avançava na sua elaboração, implicando atrasos ao estudo. Tais limitações se referem à indisponibilidade, ou mesmo inexistência, de parte das informações orçamentárias e institucionais. Dentre elas, pode-se citar o valor total do projeto do APL de Sisal, visto que, o mesmo faz parte da dotaçãoorçamentária total do Programa PROGREDIR, como também o valor dos ajustes nos recursos inicialmente orçados e a quantia despendida até o presente momento, o cronograma físico/financeiro (ANEXO A) de execução versus o estágio atual e a previsão de conclusão do cronograma de atividades. Foram alguns dos pontos que permearam as entrevistas realizadas.
No Território do Sisal, dentre outras ações, aSECTI atua com o Programa de Fortalecimento a Atividade Empresarial (Progredir), fomentando o Arranjo Produtivo Local do Sisal, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o que vem possibilitando um olhar empreendedor por parte do Governo do Estado, visando o desenvolvimento territorial centrado no protagonismo local, incentivando a atração de empresas de outras regiões e...
tracking img