Antropologia cultural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1184 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Algumas das características culturais de povos são influenciadas pelos comportamentos genéticos, sabendo-se que existe a cultura individual e a coletiva. Já outras características são influenciadas ou pelo desenvolvimento tecnológico, como uso do raciocínio, ou por alguns dos comportamentos psicológicos. Mesmo assim, existem tanto comportamentos genéticos quanto psicológicos que nãoinfluenciam na cultura, pois o que mais influencia é o aprendizado. O melhor exemplo é de uma xinguana que vai morar numa família de elite, citada no livro, neste caso ela mudará seus hábitos desde que inserida na nova família antes dos sete anos.

2. Não podemos admitir que o determinismo biológico possa influenciar na cultura do individuo sobre o ambiente que vive. 
Indivíduos que vivem em um mesmoespaço, ambiente podem adquirir hábitos e meios de sobrevivência diferentes. O livro nos mostra como exemplo no Sudoeste americano, índios que ocupam o mesmo habitat que mesmo possuem fontes de sobrevivência e hábitos totalmente diferentes. Um possui uma economia agrícola baseada principalmente no milho, outros são apanhadores de viveres e se alimentam de castanhas selvagens. Podemos usar tambémcomo exemplo um determinado lugar do Brasil em uma determinada região, não é porque o individuo nasceu naquele lugar que ele vai se comportar conforme os costumes daquela sociedade, gostos, hábitos e alimentação. Diferente espaço geográfico nunca foi e nunca será determinante na cultura do individuo. Um exemplo de concepção pautada no determinismo geográfico é aquela que considera o clima como umelemento determinante do progresso de um povo – enquanto povos residentes em climas frios seriam mais suscetíveis ao progresso, aqueles residentes em climas quentes estariam em condição desfavorável em função do calor que os tornaria preguiçosos e passionais.

3. Os conceitos de cultura vêm se aprimorando muito desde o século XVII. Para os germânicos Kultur era utilizado para simbolizaraspectos espirituais de uma comunidade. Já para Edward Tylor (1832-1917), Culture vocábulo inglês está relacionado a conhecimentos, crenças, arte, moral, leis, costumes ou qualquer outra capacidade ou hábitos adquiridos.
E por aí foi várias teorias surgindo e aprimorando de diferentes pensadores. Porem uma teoria que achei bastante interessante foi a de John Locke (1632- 1704) tentou demonstrar que amente humana não é mais do que uma caixa vazia por ocasião do nascimento, dotada apenas da capacidade ilimitada de obter conhecimentos. 
O ser humano realmente é uma mente vazia, está apto a aprender e sobreviver e se adaptar a qualquer ambiente, onde sua cultura, hábitos em si vai depender do ambiente que foi criado e não do ambiente em que nasceu. Assim complementando a minha opinião defendendoo pensamento de Taylor em 1871 é que ele também definiu cultura como sendo todo o comportamento aprendido, tudo aquilo que independe de uma transmissão genética. O raciocínio do determinismo biológico funciona da mesma maneira: as diferenças culturais seriam explicadas em função da genética de cada povo. Neste sentido, Laraia cita muito pertinentemente uma declaração da Unesco, datada de 1950 - eportanto, após o genocídio praticado pelo nazismo em direção àqueles que seriam considerados geneticamente inferiores – a fim de sustentar que as diferenças entre os povos se deve á história cultural de cada grupo, e não da sua genética. Daí que “o comportamento dos indivíduos depende de um aprendizado, de um processo de chamamos de endoculturação”. A endoculturação seria o processo dediferenciação entre os povos, incorrendo na formação de culturas diferentes.

4. Foi Taylor formulou a primeira definição do conceito de cultura, que pode ser objeto de um estudo sistemático, pois tratava de um fenômeno natural que possui causas e regularidades, permitindo um estudo objetivo e uma analise capazes de proporcionar leis sobre o processo cultural e a evolução.
Stocking (1968) critica...
tracking img