Antonio francisco lisboa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (549 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Antônio Francisco Lisboa’ nasceu em Vila Rica (hoje Ouro Preto), por volta de 1730, sendo filho de um
arquiteto português (Manoel Francisco Lisboa) e de uma sua escrava (Isabel).Com saúde plena e
sem problemas físicos até seus 47 anos de idade, era um mulato baixo e
meio gordo, de forte personalidade e muito perseverante. Aprendeu a ler e a
escrever, adquiriu noções demúsica e de latim, estudou desenho e praticou
com todo empenho aspectos de arquitetura e escultura na oficina de seu pai
e com mestres da época. O pai faleceu em 1767 e Antônio Francisco, jáfamoso pela sua arte, com 37
anos de idade, não tinha como dar conta das encomendas, notoriamente na
linha da escultura, trabalhando mais em pedra-sabão. Com o seu trabalho
ganhava, mas tambémgastava, numa vida que por diversos anos foi repleta de excessos. Muito
embora não tenha tido uma aparência que atraísse as mulheres, teve um filho com uma mulher
chamada Narcisa.Antônio Francisco reconheceu o filho como seu e deu-lhe o nome do seu pai:
Manuel Francisco.
Só começou a sentir os efeitos limitadores de sua misteriosa doença no ano de 1777, quando os
médicos deentão supunham tratar-se de escorbuto, sífilis ou da propalada zamparina. Médicos que
estudaram sua vida e as características de suas lesões hoje consideram tratar-se de tromboangeíte
obliterante.Devido a esse mal, aos poucos foi perdendo seus membros superiores e inferiores. Com o
tempo, por quase não poder andar, quando viajava para longe, usava um burro; quando ia para perto,
ia nascostas de seu escravo Januário. Conseguia trabalhar com o auxílio de seus escravos, com os
instrumentos amarrados às suas mãos quase sem dedos.
Mas mesmo com todas as dificuldades, seus méritoscontinuaram indisputados.
Certamente devido a um certo sentimentalismo lusitano que prevalecia no Brasil, começou a ser
reconhecido como o Aleijadinho e não como Mestre Antônio Francisco...
tracking img