Anticoncepcionais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2444 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONCEPÇÕES E PRÁTICAS SOBRE ANTICONCEPCIONAIS POR ALUNOS UNIVERSITÁRIOS DA UNAVIDA, CAMPINA GRANDE-PB

Catarina Salles¹, Claudiene Herminia dos Santos¹, Ivaneide Ferreira da Silva¹, Robson Cesar Albuquerque²

1. Alunas do Curso de Biologia UVAUNAVIDA. lorenakety@hotmail.com
2. Orientador. Prof. MSc. de Biologia da UVA/UNAVIDA. ralbuquerque_cg@yahoo.com.br



RESUMO

Considerandoque o ato sexual é uma necessidade humana inegável, o que torna imprescindível sua orientação e proteção, a fim de evitar gravides não planejadas e propiciar maior responsabilidade sobre a anticoncepção uma vez que todos necessitamos de informações concretas acerca do assunto. Neste sentido, o objetivo desse trabalho foi avaliar as concepções e as práticas sobre anticoncepcionais em estudantes dacidade de Campina Grande, como também alerta-los sobre as consequências adquiridas na ausência do uso de anticoncepcionais. O presente trabalho foi desenvolvido seguindo uma metodologia descritiva com abordagem quali-quantitativa. A coleta dos dados foi realizada através da aplicação de um questionário contendo perguntas objetivas sobre a percepção e as práticas sobre os anticoncepcionais, pararealizarmos a pesquisa utilizamos uma amostra de 30 alunos das turmas 91 e 92, correspondendo a 80 do sexo feminino e 20% masculino, respectivamente.

Palavras-chaves: Orientação, Proteção, Concepção.



INTRODUÇÃO
Os métodos anticoncepcionais são recursos utilizados tanto pelo homem quanto pela mulher para evitar que uma relação sexual resulte em gravidez ou doenças sexualmentetransmissíveis. Existe uma grande variedade de métodos e cada um funciona de uma maneira, uns são mais seguros, outros menos. Uns são mais fáceis de serem utilizados outros menos.
O crescimento no poder aquisitivo, a elevação da participação da mulher no mercado de trabalho e o controle da fertilidade para o desenvolvimento profissional feminino são as razões apontadas para a elevação na demandado País por anticoncepcionais. O mercado nacional teve um aumento de 8% nos últimos cinco anos. Os primeiros resultados de 2000 registram um crescimento ainda maior: 5,5%, comparando-se com o mesmo período de 1999.
Observa-se nos diferentes meios de comunicação a profusão de informações acerca da importância da utilização de métodos contraceptivos, ao mesmo tempo em que se aponta o aumentode gravidez indesejada e transmissão de DSTs, em especial o HIV, entre os jovens. Segundo a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura) existem 11,8 milhões de pessoas entre 14 e 24 anos com AIDS em todo o mundo, e uma em cada dez meninas engravidam com menos de 15 anos no Brasil. A Organização aponta, dentre os principais fatores para essas ocorrências, a falta deinformação e conscientização sobre a utilização de métodos contraceptivos.
A escola, para o aluno, independentemente de sua idade, significa muito mais do que somente um lugar de adquirir conteúdo acadêmico. O educando, simultaneamente ao aprendizado cognitivo, também adquire valores, constrói relações e desenvolve a sua sexualidade. Despertando interesse e curiosidade nos meninos e meninasdesde a infância, a questão da sexualidade faz-se presente em todas as séries, não sendo assunto específico da adolescência. Com isso, os educadores estão sujeitos a se depararem com situações e dúvidas que fogem a sua especialidade ou conteúdo específico. Educar para sexualidade é educar para a cidadania, autonomia, para a vida, e para isso não há idade ideal e é tarefa de todos os educadores.Sobre o papel da família na orientação sexual, a bióloga, mestre em psicologia e diretora de escola, Helena Lima, diz que é o de nortear valores e critérios morais. "Muitas vezes pelo status socioeconômico, mas também pelo fato de apresentar a religião básica". Afinal, "para falar em homossexualidade, aborto, incesto, virgindade, valores, critérios morais e religião, é importante, que a...
tracking img