Anthony giddens

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1148 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Tosse convulsaA tosse convulsa é uma infecção muito contagiosa provocada pela bactéria Bordetella pertussis, que provoca ataques de tosse que normalmente acabam numa inspiração prolongada, profunda e que emite um som agudo (convulsa).A tosse convulsa, que em determinada altura fez estragos em muitos países e que ainda é um problema importante no mundo, surge novamente com certa frequência emalguns países desenvolvidos. De 2 em 2 ou de 4 em 4 anos ocorrem epidemias locais. Uma pessoa pode contrair tosse convulsa em qualquer idade, mas em metade dos casos ocorre em crianças com menos de 4 anos. Um ataque de tosse convulsa nem sempre garante uma imunidade para toda a vida, mas o segundo ataque, quando ocorre, costuma ser ligeiro e nem sempre se reconhece como tal.Uma pessoa infectadapropaga organismos de tosse convulsa no ar através das gotas de humidade que expulsa ao tossir. Qualquer pessoa que se encontre perto pode inalá-las e ser infectada. Uma pessoa com tosse convulsa normalmente não é contagiosa a partir da terceira semana da doença.Sintomas e diagnósticoOs sintomas da doença começam, em geral, ao 7.º ou 10.º dia após o indivíduo ter sido exposto às bactérias da tosseconvulsa. As bactérias invadem o revestimento da garganta, a traqueia e o aparelho respiratório, aumentando a secreção de mucosidade. Ao princípio, a mucosidade é escassa e fluida, mas depois torna-se espessa e pegajosa. A infecção dura aproximadamente 6 semanas e passa por três fases: sintomas ligeiros de constipação (fase catarral), ataques intensos de tosse (fase paroxística) e recuperação gradual(fase de convalescença).O médico que visita uma criança na primeira fase (catarral) tem de saber distinguir a tosse convulsa da bronquite, da gripe e de outras infecções virais e até da tuberculose, pois todas elas têm sintomas semelhantes. O médico, com um hissope pequeno, recolhe amostras de mucosidade do nariz e da garganta, que são enviadas para o laboratório para a sua cultura. Se uma criançase encontrar na fase inicial, a cultura pode identificar as bactérias da tosse convulsa entre 80 % e 90 % dos casos. Infelizmente, as bactérias são difíceis de cultivar nas fases mais avançadas da doença, embora a tosse esteja no seu pior momento. Podem ser obtidos resultados mais rapidamente se forem analisadas as amostras para detectar bactérias de tosse convulsa utilizando anticorpos especiais,mas esta técnica é menos fiável.ComplicaçõesAs complicações mais frequentes afectam os canais respiratórios. Os bebés corem o risco de se lesionarem devido à falta de oxigénio após as pausas na respiração (apneia) ou os ataques de tosse. As crianças podem contrair pneumonia, que pode ser mortal. Durante os ataques de tosse, o ar pode ser expulso fora dos pulmões para os tecidos circundantes e,além disso, os pulmões podem sofrer uma ruptura e colapsar-se (pneumotórax). Os ataques violentos de tosse podem provocar hemorragia nos olhos, nas membranas mucosas e, por vezes, na pele ou no cérebro. Pode aparecer uma ferida na parte inferior da língua, se esta bater nos dentes inferiores durante os ataques de tosse. Por vezes, a tosse pode fazer com que o recto protraia para o exterior (prolapsorectal) ou que seja provocada uma hérnia no umbigo, que pode manifestar-se como um inchaço.Os bebés podem sofrer convulsões, mas estas não são frequentes nas crianças mais velhas. A hemorragia, o inchaço ou a inflamação cerebral podem provocar lesões no cérebro e atraso mental, paralisia ou outros problemas neurológicos. Na tosse convulsa também ocorrem frequentemente infecções do ouvido (otitemédia).Prognóstico e tratamentoA grande maioria das crianças com tosse convulsa recupera completamente, embora de forma lenta. Entre, aproximadamente, 1 % e 2 % das crianças com menos de 1 ano morre. A doença pode ser grave para qualquer criança com menos de 2 anos e é incómoda, mas raramente grave, nas crianças mais velhas e nos adultos. No entanto, são as crianças mais velhas e os adultos com...
tracking img