Anatomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2177 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ANATOMIA SISTÊMICA

 Ao final desta aula, o aluno deverá ser capaz de:  Descrever o trajeto dos espermatozóides pelas vias     

OBJETIVOS:

espermáticas, desde o local da sua formação até a sua eliminação; Descrever e identificar os órgãos genitais masculinos e femininos internos e suas principais características anatômicas; Descrever e identificar os órgãos genitais masculinos efemininos externos e suas principais características anatômicas; Reconhecer as partes e características da uretra masculina. Compreender a disposição do peritônio e suas expansões na cavidade pélvica; Descrever e identificar a mama e suas principais características anatômicas.

Conceito e funções
O sistema genital masculino é constituído por um conjunto de órgãos internos e externos que sãoresponsáveis por produzir gametas masculinos, os espermatozóides, e transferi-los para o sistema genital feminino através do coito ou cópula. Outra função do sistema genital masculino consiste em produzir e secretar hormônios sexuais que mantêm os órgãos sexuais masculinos e contribuem para a libido masculina (desejo sexual).

Órgãos genitais masculinos internos
 Testículo

 Epidídimo Ducto deferente
 Funículo espermático  Glândula Seminal

 Ducto ejaculatório  Próstata
 Glândula Bulbouretral.

 Testículos:
 São
órgãos

pares,

esbranquiçados

e

ovóides,

com

aproximadamente 4 cm de comprimento e 2,5 cm de diâmetro.
 São os órgãos produtores dos espermatozoides, e que, a partir

da

puberdade,

produzem

também

um

hormônio,

atestosterona, responsável pelo aparecimento dos caracteres

sexuais secundários masculinos.

O testículo é revestido pela túnica vaginal e pela túnica albugínea. A túnica albugínea emite expansões internas que dividem o testículo em 250 a 300 lóbulos do testículo em forma de cunhas. Cada lóbulo do testículo contém túbulos seminíferos, nos quais ocorre a espermatogênese.

1-Bexiga; 2-Ossopúbico; 3-Pénis; 4-Corpo cavernoso; 5-Glande; 6-Prepúcio; 7-Abertura uretral; 8-Cólon sigmóide; 9-Reto; 10-Vesícula seminal; 11-Conduto ejaculador; 12-Próstata; 13-Glândula de Cowper (glândula bulbouretral); 14-Ânus; 15-Vaso deferente; 16-Epidídimo; 17-Testículo; 18Escroto.



Epidídimo:

é uma estrutura alongada em

forma de “C”, situada contra a margem posterior do testículo, à qual se achaintimamente aderida e onde pode ser sentida pela palpação. Os

espermatozóides ficam aí armazenados até o momento da ejaculação. O epidídimo se divide em

três partes bem definidas: a cabeça do epidídimo, o corpo do epidídimo e a cauda do epidídimo.

 Ducto deferente: é um tubo fibromuscular
com aproximadamente 45 cm de comprimento e 2,5 mm de espessura que conduz os

espermatozóidesdo epidídimo até o ducto ejaculatório. Para chegar ao ducto ejaculatório dentro da cavidade pélvica, o ducto deferente atravessa a parede da pelve, passando pelo canal inguinal.

 Glândula seminal:
enoveladas com

são

duas
5

glândulas
cm de

aproximadamente

comprimento situadas na base da bexiga urinária, em

frente ao reto. São responsáveis pela secreção de uma substânciaviscosa, ligeiramente alcalina, responsável pela mobilidade e vitalidade dos espermatozóides. A descarga das glândulas seminais constitui

aproximadamente 60% do volume do sêmen.

 Ducto ejaculatório: tem aproximadamente 2 cm

de comprimento e é formado pela união do ducto deferente com o ducto da glândula seminal. Ambos os ductos ejaculatórios recebem as secreções das glândulas seminais eos espermatozóides

provenientes de ducto deferente, atravessam o parênquima da próstata e desembocam na parte prostática da uretra.

 Próstata:

é um órgão pélvico, ímpar, localizado

inferiormente à bexiga urinária e é atravessada em toda sua extensão pela parte prostática da uretra. Consiste
principalmente de musculatura lisa e tecido fibroso, mas também contém glândulas. A...
tracking img