Analista ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9729 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Washington Ipenza, Prefeito de Villa María del Triunfo, Lima- Perú.

AGRICULTURA URBANA:
MOTOR PARA O
DESENVOLVIMENTO
MUNICIPAL SUSTENTÁVEL
No. 1
O presente documento foi elaborado por Marielle Dubbeling
e Alain Santandreu (IPES/PGU-ALC)

Lo

go
ma
rc

a de

senvo
lvid a p ara a c o m e

®
®

OGICOS COMU
O LO G I C O S C O M U
ECCO L
OSS E
CTTO
U
O DU C
PPRRO Drcia

liza

Rede Latino-americana de Pesquisa na
Agricultura Urbana (RED AGUILA).
Mario González, Secretario Executivo.
Tel (51 1) 4406099/ 4216684.
E-mail: aguila@ipes.org.pe
(www.ipes.org/aguila)

ção

Centro de Recursos e Informação
sobre Agricultura e Floresta Urbana (RUAF).
Henk de Zeeuw, Coordinador. Tel (31 33) 4326000/039
E-mail: ruaf@etcnl.nl (www.ruaf.org)

de

AU

,Qu

it o –

Iniciativa Estratégica do CGIAR sobre Agricultura Urbana e
Peri-urbana (SIUPA). Gordon Prain, Coordinador Global.
Tel (51 1) 349 6017. E-mail: g.prain@cgiar.org
(www.cipotato.org/siupa)

Equador

Promoção do
Desenvolvimento Sustentável

Calle Audiencia Nº 194, San Isidro
Apartado Postal 41-0200
Tel.: (51 1) 440-6099/ 421-6684.
Email: ipes@ipes.org.pe

Programa
deGestão
Urbana
Escritório Regional para
América Latina e Caribe

García Moreno 751 entre Sucre y Bolívar
Fax: 593-258 39 61 / 228 23 61
Email: pgu@pgu-ecu.org
www.pgualc.org

or

ad
qu

A fome aumenta
Na América Latina, em menos de 30 anos, o número
de pessoas que vão dormir com fome teve um
aumento de 20% , perfazendo um total de 60 milhões
de pessoas. Alimentar toda a populaçãoé uma meta
que todas as cidades tem o dever de alcançar.

Medicina natural ao alcance de todos
O povo gasta de 40% a 60% de seus baixos ganhos
com alimentação e quase 15% com saúde e
remédios. A produção de plantas medicinais e
derivados como infusões, extratos e essências
facilitam o acesso a saúde dos mais pobres e
excluídos.

Os resíduos e águas tratadas em prol da saúde
alimentarApenas 2% dos resíduos produzidos nas cidades da
região são tratados adequadamente. Milhares de
metros cúbicos de águas residuais são
desperdiçados ou tratados a um custo muito
elevado. Todavia podem transformar-se em
excelentes fontes de adubo, água para irrigação e
também complemento alimentício animal.

Emprego de baixo custo e geração de renda
A Agricultura Urbana (AU) gera empregoscujo
custo de investimento é muito baixo em relação a
custos estimados para outros setores produtivos.
Criar emprego em AU custa menos de 500 dólares,
e seu investimento pode ser recuperado com microcréditos.
Estes beneficios nas áreas de alimentação, saúde,
ambiente e criação de empresas explicam porque
cada vez mais municipios querem desenvolver e
modernizar seu agricultura urbana.Agricultura Urbana (AU)
está situada dentro (intraurbana) ou na periferia
(peri-urbana) de uma
localidade ou cidade, e
incorpora práticas de
cultivo ou criação de
animais processamento e
distri-buição, reciclagem
de resíduos ou águas
residuais com fins produtivos,
de processamento e distribuição AU
n ti
ge
de uma ampla variedade de cont
rib u
, Ar
i para
ntar
produtos alimentares enão
a soberania alime
alimentares, utilizando recursos humanos e
materiais, produtos e serviços que se encontram em volta da citada zona, e por sua vez
provendo recursos e materiais à mesma.
Um crescente número de governos locais e nacionais promove a AU em resposta aos
graves problemas de pobreza, de carência alimentar e de degradação ambiental que
enfrentam. A AU complementa a agriculturarural nos sistemas locais de alimentação.
Pode ser um importante suplemento de renda para os lares urbanos e é um elemento
integrante do sistema econômico e ecológico urbano.
Especialmente os pobres urbanos se encontram com certas restrições que os impedem
de praticar com êxito a AU, entre elas a falta de acesso a terra, fontes de água,
serviços e capital. Os riscos potenciais para a saúde...
tracking img