Analise de texto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (626 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
As rosas não falam - Cartola
Bate outra vez
Com esperanças o meu coração
Pois já vai terminando o verão,
Enfim

Volto ao jardim
Com a certeza que devo chorar
Pois bem sei que não queresvoltar
Para mim

Queixo-me às rosas,
Mas que bobagem
As rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam
O perfume que roubam de ti, ai

Devias vir
Para ver os meus olhos tristonhos
E, quem sabe,sonhavas meus sonhos
Por fim

A história dessa musica é um tanto quanto curiosa. Dona Zica, esposa de Cartola, planta um ramalhete de rosas em seu jardim e no dia seguinte se surpreende ao verque elas já haviam desabrochado. Dona Zica chamou Cartola e lhe perguntou o porque disso, mas o poeta não soube lhe responder, afinal, as rosas não falaram para ele. Após o ocorrido, Cartola ficouinspirado e escreveu a música.
Apesar da letra não ser a real história, retrata um homem que está inconsolado por não ter o amor de sua amada então resolve se queixar com as rosas, mas afinal, AsRosas Não Falam.
Podemos assimilar a letra com o Movimento do Romantismo, onde o eu lírico, volta ao local onde se lembra de sua amada, tentando se conformar que ela não voltará.“Bate outra vez
Com esperanças o meu coração
Pois já vai terminando o verão,
Enfim

Volto ao jardim
Com a certeza que devo chorar
Pois bem sei que não queresvoltar
Para mim”

Neste trecho, o Sentimentalismo e o Mal do Século, características do Romantismo, entram em foco, pois retrata o sentimento de angústia devido ao amor não correspondido.“Queixo-me às rosas,
Mas que bobagem
As rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam
O perfume que roubam de ti, ai
Devias vir
Para ver os meus olhos tristonhos
E, quem sabe, sonhavas meussonhos
Por fim”

Cartola vai às rosas, na busca de boas lembranças de sua amada, porém, não é correspondido, do mesmo modo que sua amada não o corresponde. A angústia o toma e ele...
tracking img