Analise de riscos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5088 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC
Curso de Engenharia Civil





MATEUS DE MELO
PAULA DAL PONT
PAULA APOLINÁRIO
RODRIGO GERMANO
RODRIGO CAMPOS
WATUZI DA ROSA







PLANO PREVENTIVO DE DEFESA CIVIL









Criciúma, MAIO de 2012.
MATEUS DE MELO
PAULA DAL PONT
PAULA APOLINÁRIO
RODRIGO GERMANO
RODRIGO CAMPOS
WATUZI DA ROSA






CIÊNCIAS DOAMBIENTE




Trabalho apresentado ao Professor Clóvis Norberto Savi, para aprovação parcial na Disciplina de Ciências do Ambiente, no curso de Engenharia Civil, da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.








Criciúma, MAIO de 2012.
SUMÁRIO



1. INTRODUÇÃO 5

2. OBJETIVOS 6

2.1. OBJETIVO GERAL 6

2.2.OBJETIVO ESPECIFICO 6

3. JUSTIFICATIVa 7

4. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 8

4.1. DEFESA CIVIL EM SANTA CATARINA 8
4.1.1. HISTÓRICO 8
4.1.2. COMPOSIÇÃO DO SISTEMA DE DEFESA CIVIL 9
4.1.2.1. ÓRGÃOS MUNICIPAIS DE DEFESA CIVIL 10
4.1.2.2. GRUPOS DE APOIO 10

4.2. CONCEITOS ESTABELECIDOS PELA NACIONAL DE DEFESA CIVIL 114.2.1. DESASTRES 11
4.2.1.1. Classificação quanto à intensidade 11
4.2.1.1.1. Desastres de nível I 12
4.2.1.1.2. Desastres de nível II 12
4.2.1.1.3. Desastres de nível III 12
4.2.1.1.4. Desastres de nível IV 12
4.2.1.2. Classificação quanto à evolução 13
4.2.1.2.1. Desastres graduais de evoluçãocrônica 13
4.2.1.2.2. Desastres por somação de efeitos parciais 13
4.2.1.2.3. Desastres súbitos ou de evolução aguda 14
4.2.1.3. Classificação quanto à origem 14
4.2.1.3.1. Desastres naturais 14
4.2.1.3.2. Desastres humanos ou antropogênicos 14
4.2.1.3.3. Desastres mistos 15
4.2.2. RISCO 154.2.3. DANO 16
4.2.4. VULNERABILIDADE 16
4.2.5. AMEAÇA 16
4.2.6. SEGURANÇA 16
4.2.7. DEFESA CIVIL 16
4.2.8. SITUAÇÃO DE EMERGENCIA 17
4.2.9. ESTADO DE CALAMIDADE PUBLICA 17

4.3. PLANEJAMENTO DE DEFESA CIVIL 18
4.3.1. LEVANTAMENTO ESTRUTURAL 18
4.3.1.1. Dimensionamento18
4.3.1.2. Comunicações 18
4.3.1.3. Energia Elétrica 18
4.3.1.4. Transportes 19
4.3.1.5. Economia 19
4.3.1.6. Educação 19
4.3.1.7. Saúde 20
4.3.1.8. Meio Ambiente 20
4.3.1.9. Segurança 20
4.3.1.10. Órgãos Públicos no Município 20
4.3.1.11. Meios deComunicação Social 20
4.3.1.12. Entidades Comunitárias 21
4.3.1.13. Defesa Civil 21
4.3.2. PLANO PREVENTIVO DE DEFESA CIVIL 22
4.3.2.1. Legislação e Órgãos Componentes 24
4.3.2.2. Instituições Participantes 24
4.3.2.3. Organização do Plano Preventivo de Defesa Civil 24
4.3.2.4. Comunicação 25
4.3.3.PRECIPITAÇÕES PLUVIOMÉTRICAS 26
4.3.3.1. Precipitações Pluviométricas e Desastres 26
4.3.3.2. Principais Fatores que Agravam as Inundações Urbanas 27
4.3.3.3. Soluções Para Inundações Urbanas 28







INTRODUÇÃO



O grande processo de urbanização que o país vem sofrendo nos últimos anos, unido com a falta de recursos e políticashabitacionais, acaba levando a ocupação de áreas geologicamente desfavoráveis, principalmente pela população menos favorecida financeiramente, que formam favelas em diversas cidades brasileiras, podendo levar a movimentos de massa, resultando em vitimas fatais.
Os Planos Preventivos de Defesa Civil correspondem a um conjunto de medidas para prevenção de tais acidentes, o mesmo visa...
tracking img