Amor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2116 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Conselho de Consumidores da Coelce







Projeto Especial









Uso Eficiente de Energia no Hospital Geral de Fortaleza









Fortaleza, 9 de outubro de 2000















SUMÁRIO







1 – Objetivo
2 – Justificativa da sua implantação
3 – Orçamento, cronograma de desembolso e prazos de execução
3.1 – Orçamento
3.2 –Prazos de execução
3.3 – Cronograma de desembolso
4 – Alcance do projeto
5 – Resultados a serem obtidos
6 – Contribuições associadas ao projeto





















1 – OBJETIVO

O Hospital Geral de Fortaleza – HGF é uma unidade médico-hospitalar vinculado à Secretaria de Saúde do Estado do Ceará, caracterizada como a maior unidade da rede de saúde do Estado quepresta serviços de consultas, exames, atendimentos ambulatoriais, emergenciais, internamentos, atendimentos cirúrgicos e pós-cirúrgicos em várias especialidades.

O HGF conta atualmente com 300 leitos para internamento e tem uma área construída de 25.000 m2. Localiza-se na Rua Lauro Nogueira, n0 1, Bairro do Papicu. Atendeu, em média, no último semestre a 19.994 pacientes por mês nas diferentesespecialidades em que atua. Sua principal clientela é constituída pela população de baixa renda de Fortaleza e regiões vizinhas.

É a seguinte a distribuição dos pacientes atendidos pelo HGF:

• Cidade de Fortaleza: 82,62%.

• Região Metropolitana de Fortaleza: 4,63%.

• Cidades do Interior do Estado do Ceará: 7,13%.

• Outros Estados: 0,35%.

• Não informado: 5,2%

Uma dasprincipais características do HGF é o atendimento exclusivo aos pacientes do Sistema Único de Saúde que abrange a população predominante com renda de até dois salários mínimos. Não são atendidos pacientes com planos de saúde e/ou mediante pagamento pelos serviços prestados.

O HGF possui três grandes complexos de atendimento, ou seja:

• Ambulatório.

• Emergência.

• Prédio eletivo, onde sãorealizados os procedimentos médicos especializados.

Existem um total de 48 unidades ambulatoriais, compreendendo serviços de pronto atendimento, ginecologia, neurologia, pediatria, etc. Além disso, existem 25 salas destinadas a exames de diferentes especialidades, tais como eletrocardiograma, eletroencefalograma, ortopedia, odontologia, oftalmologia, etc.

O fornecimento de energia elétrica aohospital é realizado por um alimentador de 13.800 V derivado da Subestação de Papicu de propriedade da COELCE. Duas subestações de potência de instalação abrigada distribuem energia para todo o complexo hospitalar. A subestação principal (SE1) é dotada de 4 transformadores, sendo duas unidades de 225 kVA e duas unidades de 300 kVA, totalizando 1.050 kVA de potência instalada. Uma segundasubestação (SE2) dotada de duas unidades de 225 kVA com potência total de 450 kVA alimenta uma parte específica do Hospital. Portanto a capacidade instalada em transformação é de 1.500 kVA em 13.800-380/220V.

No interior da subestação principal (SE1) existem dois (2) grupos geradores com potência nominal unitária de 511 kVA, totalizando 1.022 kVA. Já no interior da segunda subestação (SE2) há um grupogerador com potência nominal de 230 kVA. No total existe uma potência instalada em geração a diesel de 1.252 kVA.

O consumo médio mensal registrado de energia elétrica é de 335.000 kWh, correspondente a uma demanda máxima nos últimos 12 meses de 629 kW no horário de ponta (maio/2.000) e 852 kW no horário fora de ponta (maio/2.000). Sua demanda contratada é de 903 kW nos horários de ponta e forade ponta.

O Hospital pertence ao grupo tarifário A4, segmento Tarifa Verde. Sua fatura média mensal é de R$ 30.723,00 (trinta mil setecentos e setenta e vinte e três reais).

Sendo a despesa de energia elétrica um fator relevante para os custos do Hospital, é oportuno que seja realizado um Diagnóstico Energético para identificar possíveis e prováveis pontos de desperdício de energia que,...
tracking img