Amor livre

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1222 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AMORLIVRE

Antes de começar a refletir sobre Amor Livre, me pergunto qual a sua intenção sobre esse conceito, porque é necessário ter um profundo auto-conhecimento pra amar, em especial amar livremente.
E conhecer a verdade sobre sua intenção é fundamental pra ter clareza sobre o que se quer com essa potência do amor liberto, então saber onde se pode chegar, prever o que se conquista e ternoção do risco que se corre, porque Amor é matéria prima de Magia, no sentido literal desta palavra.
Sinto ser necessário também definir o óbvio ainda pouco discernido: falar de Amor Livre não é falar de sexo. Amor é uma palavra que define uma imensidão de sentimentos possíveis numa mesma pessoa, que também se difere em diversas culturas em suas formas de manifestação, mas sempre subjetivo e dedefinições insólidas; sexo é uma palavra que define uma ação física e objetiva, em todas as suas mais variadas formas, mas sempre clara e objetivamente uma ação física definida. E mais: Amor Livre tem uma premissa básica de ser livre da necessidade do sexo pra ser Amor.

Essencialmente Amor é energia, inerente `a natureza do ser, independente da presença ou conhecimento de um outro ser. Amar é natural.E somos dotados da habilidade de amor abstrato como amar uma idéia, um momento, uma sensação, um som, um desenho, uma dança, um gesto, um filme, um lugar, e também um bicho, uma pedra, uma planta, uma pessoa, um coletivo de pessoas... E é possível amar por amar, amar o amor, em toda sua radical abstração. Amor é Amor em si e encontra nos seres um canal de manifestação. Então é fato que amar, ouseja, pra se manifestar o amor em sentimento, não é necessário ter algo ou alguém a qual se atribui a manifestação deste amor: Amor é inerente `a natureza do ser.

E Amor é o elo de ligação entre os seres, é o que nos une enquanto espécie e enquanto existência `a todos os seres, ao cosmos... Então podemos dizer que Amor é Luz Divina, e mais: Amor é Deus Dentro Manifesto, Amor é o corpo de dEUs emLuz maniFESTAdo vivo dentro do ser, que assim se torna Divino.

Sendo o amor uma energia etérea que se manifesta no corpo, é livre por sua natureza de ser, o que torna redundante o termo Amor Livre, se não for livre, não é Amor, é sintoma patológico, Reich explica.

E é da natureza do Amor se manifestar em afeto.
Mas há basicamente duas naturezas de afeto: do vazio e da fartura. O afeto dovazio é quando o ser sentindo um vazio dentro, quer preenche-lo com o outro, o que não é amor realmente mas se disfarça de amor pra existir e ser aceito, em verdade num processo de substituição, algustiante por depender de um outro, onde há a nessecidade de controlar as incertezas deste outro pra se sentir seguro, equívoco fonte de todo apego irracional que gera todo ciúmes, fonte de violência, decastração, de manipulação e limitação da vida do outro em "meu", sentimentos muito interessantes pro capitalismo consumista e pras estratégias de manipulação das massas, porque o Amor Livre torna o ser indomável, imprevisível e auto-suficiente. Essa carência afetiva e espiritual travestida de amor em sua superfície, é o gerador do que se acredita ser, convencionalmente pelo romantismo programado eprevisível, algo despertado por alguém especificamente, particular entre duas pessoas e fatalmente com começo meio e fim nas novelas da vida.
O afeto da fartura é quando o ser preenchido de Amor, que é livre e independente por natureza, conecta o ser com a essência divina deste elo de ligação, essa fonte de Divina de luz inesgotável que o transborda e pede pra ser compartilhado. Então o serassim pleno quer pelo afeto compartilhar esse jorro de energia em fartura que não lhe cabe dentro. Está em contato com a fonte luminosa geradora da vida, energia impossível de se ter só pra si, de uma imensidão cósmica indefinivel, que não cabe delineada permanentemente numa limitação a dois em toda sua plenitude. Amor assim quando encontra em um outro ser particular o canal de manifestação, pode...
tracking img