Amelogenese imperfeita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4332 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
A amelogênese imperfeita se refere a um grupo de doenças hereditárias de formação do esmalte, com manifestação similar nas duas dentições (MONDELLI, et al., 2001). Sabe-se que vários fatores diferentes podem causar tal doença, como:
1- deficiências nutricionais (carência de vitaminas A, C e D);
2- doenças exantemáticas (e. g. sarampo, varicela, escarlatina);
3- sífilis congênita;4- hipocalcemia;
5- trauma por ocasião do nascimento, prematuridade, eritroblastose fetal;
6- infecção ou traumatismo local;
7- ingestão de substâncias químicas (principalmente fluoreto);
8- causas idiopáticas. 7;
De acordo com RUELLAS; SAMPAIO (2000), a amelogênese imperfeita pode se apresentar com formas clínicas variadas. A amelogênese imperfeita hipoplásica caracteriza-se por esmaltefino, mas corretamente mineralizado. As formas com hipomaturação e hipocalcificação são caracterizadas por esmalte macio e insuficientemente mineralizado. Este distúrbio pode levar sensibilidade por parte do paciente, à variação de temperatura. O mais evidente dos transtornos causados por este distúrbio é estética deficiente, que pode trazer problemas psicológicos ao paciente. O imenso avanço dentroda Odontologia estética, principalmente nos adesivos dentários, possibilita hoje restaurar a função e a estética até níveis aceitáveis clinicamente.
O tratamento e prognóstico são altamente variáveis e referem-se ao grau de envolvimento de esmalte. Apesar da existência de inúmeros tratamentos, que vão desde as coroas totais (fundidas, metalo-cerâmica, total metálica), até a exodontia de todos osdentes para confecção de próteses totais, o uso de adesivos e resinas compostas para o tratamento da amelogênese imperfeita; parece-nos a terapêutica mais coerente e indicada para este. O objetivo deste trabalho é apresentar um caso clínico, cujo tema a ser relatado é um distúrbio dental, com envolvimento de esmalte dentina, denominado Amelogênese Imperfeita, utilizando como terapêuticareabilitadora restaurações diretas com resina composta

Esmalte
O esmalte desenvolve-se como um derivado epitelial que protege e recobre o dente. As células responsáveis pela formação do esmalte, os ameloblastos são perdidas quando ocorre a erupção dos dentes na cavidade bucal, e, consequentemente, o esmalte não pode se renovar. Para recompensar esta inerente limitação, o esmalte adquiriu uma complexaorganização estrutural e um alto grau de mineralização, com a quase total ausência de matriz orgânica no seu estado maduro. Estas características refletem um ciclo de vida incomum das células formadoras do esmalte, os ameloblastos, e as características físico-químicas especiais das proteínas da matriz que regulam a formação dos cristais do esmalte extremamente longos. Isso coloca o esmalte à partee permite estabelecer a ideia de que ele perdeu elementos – chave, vistos nos tecidos calcificados constituídos de colágeno. Entretanto, uma comparação sistemática de eventos celulares e extracelulares que ocorre durante o desenvolvimento revela semelhanças e temas comuns na formação de todos os tecidos calcificados.

Características físicas do esmalte

Quando totalmente formado, o esmaltepossui a matriz extracelular mais altamente mineralizada que se conhece, consistindo em, aproximadamente, 96% de material mineral e 4% de material orgânico e água. O conteúdo inorgânico do esmalte e de cristais de fosfato de cálcio (hidroxiapatita) substituído por íons carbonato, que também são encontrados em osso, cartilagem calcificada, dentina e cemento. Vários íons – estrôncio, magnésio, chumbo efluoreto – se presentes durante a formação do esmalte, podem ser incorporados nos cristais. A suscetibilidade destes cristais para a dissolução por ácidos fornecem as bases químicas para as caries dentarias.
O alto conteúdo mineral torna o esmalte extremamente duro, propriedade que permite, junto com a sua complexa organização estrutural, resistir as forças mecânicas aplicadas durante a...
tracking img