Ameli paulim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANNÁLISE PSICOLÓGICA DO FILME:
“O FABULOSO DESTINO AMELIE POUIN”

Esse trabalho tem como proposta fazer uma breve analise do filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”. O filme proposto traz a história da personagem Amelie Poulain, que teve sua infância desprovida de convívio social. Filha de um médico, que tinha poucas demonstrações de afeto, e de uma professora, que eraneurótica. Ainda em sua infância, o pai realizava exames mensais em Amélie, e que por ser uma raridade algum contato físico com o pai, o coração de Amélie disparava de emoção, o que fez o pai diagnosticá-la com distúrbios cardíacos, levando Amélie a sair da escola e ser ensinada pela mãe em casa.
Quando o ser humano chega ao mundo precisa necessariamente do calor de braços humanos, decontato cheio de ternura. Precisa sentir-se seguro de que será protegido, de que foi desejado, de que alguém acalmará sua sede e fome, uma criança depende das experiências dos pais e de seu meio ambiente. O individuo vive a unidade solidária de seu destino individual com o destino da comunidade a que pertence, não pode ter êxito ou fracasso por sua conta. O problema do ser define-se então comopossibilidade. A ação do homem no seu ser-no-mundo é desdobrada pela possibilidade originária de ser-com-os-outros, não é jamais individual.
Ainda em sua infância, a mãe da personagem morre de uma forma fora do comum. Após a morte da esposa, o pai de Amélie fica ainda mais distante dela.   Então Amelie passa o resto de sua infância esperando atingir a maioridade para sair de casa.Então assim que completou sua maior idade, se mudou para um bairro periférico em Paris, e arruma emprego em uma lanchonete com personagens tão incomuns quanto à própria Amélie.
Certo dia, de uma forma casual, a personagem encontra uma caixinha de brinquedos, guardado por um menino que morou em seu apartamento a cinquenta anos atrás. A partir desse acontecimento, Amelie toma adecisão de entregar a caixinha de brinquedos anonimamente para o dono, e vendo a emoção deste ao recebê-la, a personagem descobre o prazer das relações humanas, dando um novo sentido a sua existência, no momento em que ela entrega a caixinha, insere uma mudança em seu presente e futuro, pondo-se mais de acordo consigo própria, mais próxima de seu projeto, que seria esse o de se “envolver na vidados outros”.
Nesse jogo existencial Amélie ao mesmo tempo em que se satisfaz ajudando as pessoas, também tem muitas dificuldades para se relacionar com elas, o que a leva tramar criativas formas para se comunicar. Durante suas tramas, Amélie se apaixona por um rapaz, levando-a, em sua criatividade, a buscar uma maneira de expressar seu sentimento pelo jovem. Nesse contexto é ondese verifica intensamente as contradições e conflitos das relações humanas, retratadas nas cenas do referido filme onde a autopreservação e o crescimento são dois polos de um mesmo processo pois apenas aquilo que é preservado é que pode crescer pela assimilação, e só aquilo que assimila a novidade é que pode se preservar, não degenerar.
Nossa protagonista faz isso concretamente quandoencontra significado para aquele álbum. Coincidentemente isso segue paralelamente às nomeações que faz dentro de si. Quando o conteúdo do álbum é decifrado ela o entrega ao seu dono, Penso no álbum como metáfora para entender Amélie. Á medida que reconstrói sua história ela vai se tornando sujeito do seu processo. Como no álbum com fotos coladas e rasgadas, sua história contem tambémas marcas, as cicatrizes, as falhas que não puderam ser preenchidas, mas que não mais a imobilizam, nem a impedem de viver na própria pele suas experiências. As questões existenciais continuam no filme, assim como o contexto psicológico. Os momentos mais claros dessa idéia são quando ela encontra-se com aquele que é intitulado como “homem de Vidro” por ter seus ossos enfraquecidos....
tracking img