Alvares de azavedo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (390 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ALVARES DE AZEVEDO - CRONOLOGIA
CRONOLOGIA

* 1831, 12 de setembro - Nascimento em São Paulo, na esquina da R. da Feira com a R. Cruz Preta, atuais Deputado Feijó e Quintino Bocaiuva.
* 1831 -Transfere-se para o Rio de Janeiro.
* 1835 - Morre a 26 de junho seu irmão mais novo, Inácio Manuel, em Niterói, deixando o futuro poeta profundamente abalado.
* 1840 - É matriculado no Colégio Stoll,em Botafogo. Seu desempenho rende elogios do proprietário do colégio, o Dr. Stoll: "Ele reúne, o que é muito raro, a maior inocência de costumes à mais vasta capacidade intelectual que já encontreina América num menino da sua idade".
* 1844 - Transfere-se para São Paulo, após estudos de francês, inglês e latim volta para o Rio no fim do ano.
* 1845 - Matricula-se no 5º ano do internato doColégio Pedro II, no Rio, onde muito sofreu, devido ao gênio folgazão, que o levava a caricaturar colegas e professores.
* 1846 - Cursa o 6ª ano no mesmo colégio, tendo como professor Domingos JoséGonçalves de Magalhães.
* 1847 - Recebe, a 5 de dezembro, o grau de bacharel em Letras.
* 1848 - Ingresso, a 1º de março na Faculdade de Direito de São Paulo, onde conhece, entre outros, José de Alencar eBernardo Guimarães.
* 1849 - Matricula-se no 2º ano. Pronuncia um discurso a 11 de agosto, na sessão comemorativa do aniversário da criação dos cursos jurídicos no Brasil. Passa as férias no Rio, comconstantes pensamentos de morte.
* 1850 - Escreve "um romance de 200 e tantas páginas, dois poemas, um em 5 e outro em 2 cantos, ensaios, fragmento de poema em linguagem muito antiga" (hojeperdido). A 9 de maio, profere o discurso inaugural da sociedade "Ensaio Filosófico". De volta a São Paulo, matricula-se no 3º ano. Em setembro, suicida-se, por amor, o quintanista Feliciano Coelho Duarte, opoeta faz, a 12 do mesmo mês, o discurso de adeus.
* 1851 - Cursa o 4º ano. Em 15 de setembro, morre João Batista da Silva Pereira. Passa as férias em Itaboraí, na fazenda do avô. Pressente a...
tracking img