Afiando o machado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6230 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Afiando o Machado

Preparação passo a passo para concursos públicos





[pic]



Escrito por Alexandre Miguel Jorge - AFR SEFAZ/SP
para os colegas concurseiros

Introdução

“No pain, no gain” (sem dor, sem ganho), dizem os praticantes de atividades físicas. E o mesmo vale para muitos outros ramos de nossas vidas. Para o postulante a uma vaga no serviço público, nada maisverdadeiro.
Contudo, sou partidário de que não há necessidade de sofrer além do necessário. Isto, pois perdi muitos meses de minha preparação tomando atitudes, que apesar de honestas e cheias de brio, não me conduziram ao resultado pretendido.
Um famoso professor de curso preparatório para concursos públicos dizia ainda que “leva-se mais tempo aprendendo a estudar do que para ser aprovado”. Sábiaconstatação.
E a nossa intenção, sem, obviamente, esgotar o assunto, é levar o concursando – que a partir de agora chamaremos de “concurseiro” – a encontrar o “caminho das pedras” de forma mais rápida e eficiente, apenas as palavras essenciais.
Vamos a ele . . .
Optando (ou não) pelo Setor Público

O setor público foi e ainda continua sendo visto por muitos como um bom lugar para trabalhar. Bonssalários, cobranças menores que no setor privado, férias de trinta dias, horas extras, quando necessárias, pagas e em muitos casos o status e o respeito de ser uma autoridade pública.

Por um outro lado, apesar de há algum tempo estarem sendo adotadas medidas voltadas ao resultado ao invés da burocracia ou de interesses políticos individuais ou de determinados grupos rivais, ainda persistem,pela própria natureza deste setor, medidas deste tipo, burocráticas. Bem como fica sujeito ao império da lei e não das iniciativas individuais, comum no setor privado.

Por isso mesmo, antes de qualquer outra providência, devemos ter a certeza do que queremos. É preciso ter alguma afinidade com o atendimento público e o estrito respeito às normas e regulamentos. Há espaço para iniciativa ecriatividade, mas sempre a serviço do que manda a lei.

Se você optou por este caminho, estão vamos afiar o machado juntos.

Primeiro Passo – Definir a Área

Existe uma infinidade de especialidades no setor público, com praticamente todas as do setor privado e outras próprias daquele, como policiamento, fiscalização, arrecadação, dentre tantas.

Para cada uma destas especializações, geralmenteexistem um órgão ou entidade da Administração Indireta com uma forma própria de agir e uma competência bem definida, exigindo conhecimento e preparação específicos.

Por este motivo, é necessário ter em mente, muito bem definido, para qual dessas áreas você pretende ir. Pois o concurso das áreas jurídicas é diferente das áreas fiscais, que por sua vez difere da área policial, das empresas públicase de economia mista, e assim por diante.

Para facilitar podemos dividir, de uma forma geral, a escolha nas seguintes áreas:
- Fiscal: englobas os fiscos municipais, estaduais e federal;
- Jurídica: englobando as carreiras da magistratura, procuradorias e promotorias, dos analistas e técnicos dos tribunais e ministério público.
- Legislativa: das câmaras, assembléias e senado;
- Policial:polícias civil, militar e federais;
- Controle e Gestão: dos tribunais de contas, ministério do planejamento, orçamento e gestão, secretarias e órgãos afins;
- Regulatória: agências reguladoras, banco central, SUSESP, CVM e outras autarquias.

Notam-se dois fatos: o primeiro é que existem muitas semelhanças nos conhecimentos exigidos dentro das áreas anteriormente citadas; o segundo é que, mesmohavendo muitas semelhanças, há muita especificidade, pois, cada esfera, órgão e entidade, têm sua regulação própria.

Não precisamos de muito esforço para perceber que é necessário escolher uma carreira para termos sucesso. Pode parecer óbvio, agora, mas o motivo de muitos candidatos não terem atingido seu objetivo é o fato de quererem abraçar mais áreas para terem mais chances. Nada mais...
tracking img