Afetividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 48 (11835 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1.INTRODUÇÂO
A necessidade de fazer um curso superior surgiu quando percebi que precisava ter conhecimentos acadêmicos para entender novos situações educativas que estavam surgindo em minha vida profissional. As experiências com a disciplina matemática proporcionaram-me oportunidade de trabalhar em outros colégios, observando assim diferentes relações entre professor e aluno.
Todavia, asinquietações aumentaram quando percebi a relação professor e aluno por outro prisma, pois o desempenho escolar e pessoal dos alunos tinha outras dimensões quando pautadas no respeito, carinho e principalmente quando humanizadas. Assim, decidi fazer especialização em psicopedagogia e partir para uma pesquisa voltada para a relação afetiva entre professor e aluno como fator fundamental para a construçãoda auto-estima do aluno.
O Presente estudo monográfico propõe uma investigação acerca da importância da afetividade na relação professor/aluno e construção de conhecimento dos alunos do Ensino Fundamental II, procurando identificar a relação entre afetividade e ensino-aprendizagem com alunos do 7ºano da Escola Ouricuri em Souto Soares Ba. O estudo deve ser visto como uma contribuição com aeducação do ponto de vista cientifica.
Atualmente, o estudo sobre afetividade e aprendizagem tem se apresentado como ponto fundamental no interesse de estudiosos de diferentes áreas. Mediante o estudo é coerente afirmar que a escola é um ambiente capaz de acrescentar muito ao aluno, como por exemplo, prepará-lo para as relações sociais, bem como o seu crescimento pessoal. Muitos aspectos positivos ounegativos podem ser adquiridos ao longo de sua vida acadêmica, decorrente de acontecimentos vivenciados. Para Freire:
O professor autoritário, o professor licencioso, o professor competente, sério, o professor incompetente, irresponsável, o professor amoroso da vida e das gentes, o professor mal-amado, sempre com raiva do mundo e das pessoas, frio, burocrático, racionalista,nenhum deles passa pelos alunos sem deixar sua marca (FREIRE,2002,p.73).
Quando a relação existente entre professor e aluno é regida por atitudes afetuosas torna-se possível o desempenho intelectual, e com isso o desenvolvimento da formação pessoal e social. O aluno necessita sentir-se amado, respeitado e valorizado, pois durante o processo de ensino, apresenta comportamentos que traduzem seussentimentos e emoções. Assim sendo, quando em contato com relações de afetividade terá maiores chances de crescimento integral.
Levando em consideração que o ser humano depende muito de seu estado emocional para aprender, é interessante questionar: Como os professores estão trabalhando esse lado? Têm trabalhado o próprio emocional para que consigam transmitir não apenas o conhecimento, mascontribuir para o desenvolvimento do aprendizado?
Diante de fatos reais, como: alunos que desistem de estudar por se sentir constrangido com algumas atitudes de professores; outros que se isolam no ambiente escolar; e ainda aqueles que se tornam indisciplinados e agressivos, infiro que realmente, existem vários tipos de professores que fazem usos de métodos de ensino diferentes, mas todos têm algo emcomum, marcam a vida de seus alunos, seja de forma positiva ou negativa. Portanto, cabe ao professor buscar um bom relacionamento com os alunos visando sempre à qualidade do ensino e o desenvolvimento de atitudes, conceitos e procedimentos, onde haja segundo Brasil:
Valorização da cooperação como forma de dar qualidade aos intercâmbios comunicativos;
Respeito diantede colocações de outras pessoas, no que se refere tanto às idéias quanto ao modo de falar;
Interesse por ouvir e manifestar sentimentos, experiências, idéias e opiniões. (Brasil. Secretaria de Educação Fundamental pcn’s: língua portuguesa-Brasília:144p).

Freqüentemente nos defrontamos com situações que refletem a ausência de práticas pedagógicas que respeitem as...
tracking img