Afasia e agnosia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1374 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Juiz de Fora
Instituto de Ciências Humanas
Departamento de Psicologia
Neuroanatomia funcional VII
Flávio Lombardi

Afasia e Agnosia

Kely Nascimento

Junho/2009

Introdução

O presente trabalho trata de lesões no córtex cerebral, que são responsáveis pela compreensão e reconhecimento de objetos em geral e da linguagem. Não há uma perda significante damemória nem do sentido específico.
Estas lesões são chamadas de Agnosia e Afasia.

Agnosia

Para compreendermos o termo “Agnosia” faremos uma breve introdução do que é “Gnosia” que significa a identificação de objetos. Esta identificação do objeto faz-se em duas etapas distintas, uma de sensação e uma de interpretação. Na etapa de sensação toma-se consciência das característicassensoriais do objeto, sua forma, textura, cor, tamanho, etc. Na etapa de interpretação –gnosia- essas características sensoriais são “comparadas” com o conceito do objeto existente na memória do indivíduo, o que permite a sua identificação. Estas duas etapas dependem de áreas corticais diferentes que podem ser lesadas separadamente. A etapa de sensação faz-se em uma área sensitiva de projeção, comonas áreas somestésica, visual e auditiva; já a etapa de interpretação –gnosia- envolve processos psíquicos muito mais complexos que dependem da integridade de áreas de associação denominadas áreas gnósicas, situadas próximo às áreas de projeção.
Admite-se a existência das seguintes áreas gnósicas:
a) Psico-somestésica: situada próximo à área somestésica. – áreas 1, 2 e 3 -
b)Psico-visual: situada próxima à área visual. – áreas 18 e 19 -
c) Psico-auditiva: situada próxima à área auditiva. – áreas 42 e 22-

Anexo: figura 1

A agnosia trata da perda da capacidade de identificação utilizando um dos cinco sentidos. Elas são geralmente causadas por lesões do córtex cerebral e atribuídas a distúrbios na função associativa deste, podem também ser causadaspor doenças neurológicas, particularmente lesões do lobo temporal ou ainda como resultado de uma vida estressante.
Falamos de agnosia quando são conservadas a integridade das vias nervosas aferentes e existem lesões corticais na vizinhança da área de projeção, nas chamadas áreas para-sensoriais, mantém-se a integridade das sensações elementares, porém, há alteração do ato perceptivo.Assim sendo, agnosia não é uma alteração exclusiva das sensações nem exclusiva da capacidade central de perceber objetos externos, mas uma alteração intermediária entre as sensações e a percepção.
Dependendo da área atingida, as agnosias podem ser visuais, auditivas ou somestésicas; nessas últimas, na sua maioria táteis. As olfatórias e gustatórias são menos comuns. Dentre as agnosiasvisuais destaca-se a prosopagnosia que é a incapacidade de reconhecer faces , a amusia, onde há incapacidade de reconhecer sons musicais e a afasia receptiva na qual a pessoa não consegue compreender a fala emitida por outras pessoas. Há também a anosognosia que é a falta de consciência da doença ou negação da mesma e a autotopagnosia, uma perturbação do reconhecimento das partes do corpo onde opaciente pode perceber, por exemplo, que há um braço próximo a seu corpo não se dando conta que é seu próprio braço.
Doentes com agnosia podem ser diferenciados daqueles com afasia porque estão comprometidos somente numa modalidade sensorial- tato , audição , paladar , olfato ou visão-. Nos testes para verificação da agnosia pode pedir ao paciente que identifique suas mãos, olhos,pés, etc. ou os do examinador; que demonstre conhecimento de sua doença ou defeito; que distinga a direita da esquerda; que se identifique como pessoa e que se oriente no tempo e espaço. Pode-se pedir ainda ao paciente que imagine estar andando, sentado ou em pé. Testes mais específicos incluem relações numéricas, esquemas corporais e provas de revisualização.

Afasia

Em geral, podemos...
tracking img