Adm. cargos e salarios

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2235 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP
CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
ADMINISTRAÇÃO DE CARGOS SALÁRIOS E BENEFÍCIOS


Tutora Presencial: Prof.Esp. Bruna Carpes Souto
Professora EAD: Prof. Rosemeire Lopes da Silva



DINARTE ANTÔNIO FERREIRA DE OLIVEIRA, RA 281664
FERNANDO CÉZAR BEHN DA SILVA, RA 279834
FLORINDO GONÇALVES DUARTE, RA 283129











DESAFIO DEAPRENDIZAGEM
ADMINISTRAÇÃO DE CARGOS SALÁRIOS E BENEFÍCIOS












Santa Maria – Rio Grande do Sul (RS)
Novembro/2011




DINARTE ANTÔNIO FERREIRA DE OLIVEIRA, RA 281664
FERNANDO CÉZAR BEHN DA SILVA, RA 279834
FLORINDO GONÇALVES DUARTE, RA 2831








DESAFIO DE APRENDISAGEM
ADMINISTRAÇÃO DE CARGOS SALÁRIOS E BENEFÍCIOS


Projeto apresentado como Desafiode Aprendizagem da Disciplina de Administração de Cargos e Salários para avaliação da disciplina do 4º semestre do Curso Superior Tecnólogo de Gestão de Recursos Humanos da Universidade Anhanguera - UNIDERP, turma N20, sob a orientação da Prof.(a) Rosemeire Lopes da Silva











Santa Maria – Rio Grande do Sul (RS)
Novembro de/2011




1. SALÁRIO E MOTIVAÇÃO


1.1 SalárioO salário é o retorno monetário de parte da força de trabalho do empregado. A força de trabalho realiza a produção e o valor agregado ao produto, deste valor agregado provém o lucro e de parte desse lucro provém o salário. Este é basicamente o conceito Marxista, sendo que hoje em dia a expressão valor agregado é mais utilizada que a “mais valia” de Marx, porém as expressões não significam amesma coisa exatamente, pois valor agregado está mais ligado à tecnologia e conhecimento nos tempos de hoje, porém cremos que o termo satisfaz para definir o conceito de salário.

1.2 Motivação
Nós entendemos como motivação o comportamento, o entusiasmo que o indivíduo acredita ser necessário para atingir um objetivo, seja este uma satisfação no trabalho ou na vida de relação com os demais seresou uma expressão intelectual ou artística, ou mesmo numa disputa esportiva.
As necessidades biológicas e fisiológicas são as primeiras a motivar o ser humano segundo Maslow, sendo umas mais importantes do que outras como a água é mais urgente que a comida é mais importante do que o sexo. As necessidades biológicas e fisiológicas estão na base da pirâmide de Maslow. Em um segundo nível entra asnecessidades de segurança, com a moradia, a família, a aposentadoria, um plano de saúde. Contudo essas necessidades afetam umas as outras. Um indivíduo que tem um bom emprego, mas que este lhe toma todo o tempo e a energia ao ponto de não conseguir ter um relacionamento estável e formar uma família pode ficar desmotivado, ou até um emprego que lhe garante boa renda, bom plano de saúde e umacompensadora e merecida aposentadoria pode lhe causar problemas bio-fisiológicos, estando estes na base da pirâmide podem fazer a estrutura motivacional ruir.


Quando na metade do século passado o psicólogo e professor americano Abraham Maslow publicou o trabalho criando a pirâmide das necessidades básicas do ser humano, este conhecimento transitava somente nos círculos humanistas, em especialna área de psicologia. Somente depois que Maslow conheceu Peter Drucker e se envolveu com a área de gestão, passou a conectar suas teorias com o management, desenvolvendo diversos trabalhos neste campo. Posteriormente, a teoria da hierarquização das necessidades humanas passou a fazer parte do marketing, pois no fundo, o marketing pode ser conceituado como uma forma de oferecer alternativas para asatisfação das necessidades humanas. Hoje, sempre que se fala em marketing, reporta-se, pelo menos inicialmente, à estas necessidades. E no estudo da satisfação destas, desde as mais elementares, na base da pirâmide, até as mais sofisticadas, no topo, muitas teorias e ações de marketing foram e estão sendo feita


2.3. ADMINISTRAÇÃO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOS


O salário ainda é o...
tracking img