Adam smith

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1373 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ADAM SMITH















SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO............................................................................... 3
2. ADAM SMITH…………………………………………………………………………… 4
3. PRINCIPAIS OBRAS E TRAJETÓRIA PROFISSIONAL........................ 4
4. IDÉIASIMPORTANTES................................................................... 6
5. CONCLUSÃO.................................................................................. 8
6. BIBLIOGRAFIA................................................................................ 9

1. Introdução

Neste trabalho, iremos realizar uma pesquisa sobre quem e qual foi a importância de Adam Smith. Um economista escocês e o mais importante teórico do liberalismoeconômico, considerado o Pai da Economia. Ele acreditava que a iniciativa privada deveria agir livremente, com pouca ou nenhuma intervenção governamental.
Autor de “Uma Indagação Sobre a Natureza e as Causas da Riqueza das Nações”, sua obra mais conhecida. Uma frase de Adam se tornou famosa: “Assim, o mercador ou comerciante, movido apenas pelo seu próprio interesse egoísta é levado por uma mãoinvisível a promover algo que nunca fez parte do interesse dele: o bem estar da sociedade.” Como resultado da atuação dessa “mão invisível”, o preço das mercadorias deveria descer e os salários deveriam subir.

2. Adam Smith

Adam Smith nasceu em Kircaldy na Escócia, cidade com cerca de 1.500 habitantes. O pai morrera antes do nascimento do filho. Aos quatro anos o menino foi sequestradopor um bando de ciganos e só foi libertado graças aos esforços de um tio. Smith nunca se casou e viveu quase toda a sua vida junto à mãe. Às vezes esta permanência junto à mãe era interrompida por viagens de trabalho ou de estudo.
Aos quatorze anos Adam Smith entrou para a universidade de Glasgow, onde se destacou como aluno brilhante. O professor que mais o influenciou em Glasglow foi FrancisHutchenson, livre pensador cujas opiniões se chocavam com as ideias da época. Hutchenson tinha visão naturalista das questões morais e era firma adepto da liberdade política e religiosa.
Em 1740, com 17 anos, ganha uma bolsa de estudo para o Balliol College em Oxford. O ambiente era ruim, pelo menos para ele, e não entrou estimulo junto aos professores.
Passou este período devorando livros, mas semorientação.
Cinco anos após deixar Oxford, assume a cadeira de Lógica em Glasgow. No ano seguinte, assume a cadeira de filosofia moral deixada por Hutchenson, seu antigo mestre.

3. Principais obras e trajetória profissional

Em 1759 publica a Teoria dos Sentimentos Morais e ganha reputação nos meios acadêmicos. A partir deste momento será olhado com outros olhos. O próprio Charles Townshend,homem eminente da época e, mais tarde, ministro das finanças da Inglaterra, ofereceu-lhe a tutoria de seu enteado, o duque de Buccheugh. Adam Smith aceita a proposta e parte com o duque para a França. A tutoria era uma espécie de curso universitário informal na Inglaterra naquela época. Os membro da nobreza (após fazerem o secundário) podiam optar por este curso que era feito sob a orientação deum mestre eminente e em viagens por vários países. Os tutores eram muito bem remunerados. Após a tutoria, que durava cerca de dois anos, eles geralmente recebiam uma pensão vitalícia. A oferta feita a Adam Smith foi de 300 libras anuais, quantia muito superior as 170 libras anuais, salário máximo que conseguia em Glasgow.
A viagem a França abriu-lhe novos horizontes intelectuais. Aí, entrou emcontato com os princípios fisiocráticos e com alguns de seus representantes mais eminentes, como Turgot e François Quesnay. Para ele, até o momento, o sistema fisiocrático era a maior aproximação da verdade em Economia Política. É evidente que Smith via limitações neste sistema e sonhava com o sistema mais completo. Um espírito nascido na Inglaterra de então, profundamente agitada pelo ímpeto da...
tracking img