Historia dos direitos humans

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1684 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Os direitos Humanos
Os Direitos humanos são os direitos e liberdades básicos de todos os seres humanos. Normalmente o conceito de direitos humanos tem a ideia também de liberdade de pensamento e de expressão, e a igualdade perante a lei.
A Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas afirma que:
“Todos os seres humanos nascem livres eiguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.” – Artigo 1° Declaração Universal dos Direitos do Homem.
As ideias de direitos humanos tem origem no conceito filosófico de direitos naturais que seriam atribuídos à evolução da historia, alguns sustentam que não haveria nenhuma diferença entre os direitoshumanos e direitos naturais e veem na distinta nomenclatura etiquetas para uma mesma ideia. Outros argumentam ser necessário manter termos separados para eliminar a associação com características normalmente relacionadas com os direitos naturais, sendo John Searl talvez o mais importante filósofo a desenvolver esta teoria.
As teorias que defendem o universalismo dos direitos humanos secontrapõem ao relativismo cultural, que afirma a validez de todos os sistemas culturais e a impossibilidade de qualquer valorização absoluta desde um marco externo, que, neste caso seria os direitos humanos universais. Entre essas duas posturas extremas situam-se uma gama de posições intermediaria. Muitas declarações de direitos humanos emitidas por organizações internacionais regionais colocam um acentomaior ou menor no aspecto cultural e dão mais importância a determinados direitos de acordo com sua trajetória histórica.
A organização da Unidade Africana proclamou em 1981 a Carta Africana de Direitos Humanos e de Povos, que reconhecia princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 e adicionava outros que tradicionalmente se tinham negado a África, como o direito delivre determinação ou o dever dos Estados de eliminar todas as formas de exploração econômica estrangeira.
Mais tarde, os Estados Africanos que acordaram a Declaração de Túnez, 6 de novembro de 1992, afirmaram que não se pode prescrever um modelo determinado a nível universal, já que não podem se desvincular as realidades históricas e culturais de cada nação e as tradições, normas evalores de cada povo. Em uma linha similar se pronunciam a Declaração de Bangkok, emitida por países asiáticos em 23 de abril de 1993, e de Cairo firmada pela Organização da Conferencia Islâmica em de agosto de 1990.
Também a visão ocidental-capitalista dos direitos humanos, centrada nos direitos civis e políticos, como a liberdade de opinião, de expressão e de voto, se opôs durante a GuerraFria, o bloco socialista, que privilegia a satisfação das necessidades elementares, porém, era suprida a propriedade privada, a possibilidade de discordar, e de eleger os representantes com eleições livres de múltipla escolha.
Historia
Os direitos humanos ou coletivos são aqueles adquiridos em decorrência do resultado de uma longa historia, foram debatidos a longo dos séculos porfilósofos e juristas.
O inicio desta caminhada, remete-nos para área da religião, quando o Cristianismo, durante a Idade Média, foi a afirmação da defesa da igualdade de todos os homens numa dignidade. Foi também durante esta época que os matemáticos cristãos recolheram e desenvolveram a teoria do direito natural, em que o individua esta no centro de uma ordem social e jurídica justa, mas a leidivina tem prevalência sob o direito laico tal como é definido pelo imperador, rei ou príncipe. Logo foram criadas muitas teorias no decorrer do tempo.
Com a idade moderna, os racionalistas dos séculos XVII e XVIII, reformulam as teorias do direito natural, deixando de estar submetido a uma ordem divina.
Com a idade moderna, os racionalistas dos séculos XVII e XVIII, reformulam...
tracking img