Acidez e alcalinidade total

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2098 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ACIDEZ VOLÁTIL E ALCALINIDADE TOTAL




















PALOTINA
2012














ACIDEZ VOLÁTIL E ALCALINIDADE TOTAL

















PALOTINA
2012
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 3


2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 4


3. MATERIAIS E MÉTODOS 6


3.1 Materiais 6


3.2 Métodos 6


4. RESULTADOS E DISCUSSÕES 7


4.1 AlcalinidadeTotal 7


4.2 Acidez Volátil 9


5. CONCLUSÕES 11


6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 11
























































INTRODUÇÃO





A busca pelo aumento de produtividade agropecuária leva a análise dos diversos elementos da cadeia de criação para identificar pontos com potencial demelhoria. A tecnologia de digestão anaeróbia, ou biodigestão, permite o aproveitamento integral dos resíduos agrícolas e industriais.
Nos últimos vinte anos, os biodigestores tem se difundido de forma lenta, mas gradual na região oeste do Estado do Paraná. O substrato principal tem sido os dejetos suínos, mas tem sido utilizados com resíduos de bovinocultura-de-leite, resíduos de frigoríficos ede fecularias.
O primeiro registro do uso de biodigestores foi na República da África do Sul, em 1957, operando a 35ºC, com tempo de retenção hidráulica de 40 dias e cargas orgânicas de 3,4 kg de sólidos totais por m3.
Existem algumas variáveis que podem interferir na qualidade dos biodigestores, entre elas estão a acidez volátil e a alcalinidade total.
A acidez volátil é umparâmetro importante para o tratamento e estabilização da matéria orgânica por processo anaeróbio. Segundo MC CARTY, JERIS e MURDOCH (1963), citado por MARISA WEBER (2006) o ácido butírico é formado a partir de proteínas e lipídeos. Em solução pode ser resultante da síntese de ácidos com menor comprimento de cadeia, durante condições de desbalanceamento da digestão anaeróbia, presente na fase dapartida do reator.
Quando a concentração dos ácidos voláteis apresenta-se em excesso no reator, devido a problemas relacionados a choques de carga orgânica ou diminuição da colônia de bactérias capaz de metabolizá-los, ocorre o desbalanceamento das condições do meio.
O teste de acidez total é de grande importância, pois é com esse teste que se baseia o número de miligramas de hidróxidode potássio necessário para neutralizar os ácidos livres de um grama de amostra.
A aula prática teve como objetivo determinar a acidez volátil e, posteriormente, a alcalinidade.





REVISÃO BIBLIOGRÁFICA



Segundo BARANA (2000) alcalinidade é a capacidade que a amostra possui de neutralizar ácidos enquanto acidez é a capacidade quantitativa de um ácido reagir comum abase forte num determinado pH. Para medi-los pode utilizar a metodologia descrita por Silva (1977) citado por Fernandes Jr. (1995). Para tanto a amostra era centrifugada a 2.500 rpm por 5 minutos e filtrada em papel de filtro qualitativo. Ao filtrado foi adicionado ácido sulfúrico 0,2 N até pH 4,0.
VENDRENNE et al. (2008) Diz que para evitar o fracasso na operação de um biodigestor, omesmo pode ser facilmente monitorado por meio de algumas análises laboratoriais simples que não demandam equipamentos muito sofisticados. As análises de alcalinidade, de acidez volátil e de nitrogênio amoniacal podem sugerir se o processo está estável ou está em falência, já que os principais inibidores do processo de digestão anaeróbia são os ácidos graxos voláteis e a amônia livre, em altasconcentrações.
Segundo ANDERSON et alii (1980), um fator limitante da digestão anaeróbia é a presença de altas concentrações de ácidos voláteis no digestor. Concentrações de acidez entre 50-500mg CH3C00H/L não leva a inibição do processo, sendo que teores acima de 2000mg CH3C00H/L podem provocar a inibição da digestão anaeróbia.
SOUZA (1982) cita que um valor de alcalinidade de 2.500 a...
tracking img