Acidente ocupacional com material perfurocortante entre profissionais de enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1312 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Acidente ocupacional com material perfurocortante entre profissionais de enfermagem

Os acidentes de trabalho são eventos súbitos que ocorrem no exercício de atividades laborais, independente da situação empregatícia e previdência ria do trabalhador acometido, e que acarreta danos à saúde, potencial ou imediato. Os trabalhadores da saúde estão expostos a variados riscos no seu ambiente detrabalho. Apesar de os acidentes com material infectante acometerem todos os trabalhadores da área da saúde, a equipe de enfermagem está em constante risco de adquirir os patógenos veiculados pelo sangue, uma vez que suas atividades envolvem contato direto com sangue e outros fluidos corpóreos, além de manipulação rotineira de materiais perfurocortantes.
Os contingentes de trabalhadores de enfermagem,particularmente os que estão inseridos no contexto hospitalar, permanecem 24 horas junto ao paciente, executando o cuidar dentro da perspectiva do fazer e, consequentemente, expondo-se a vários riscos, podendo adquirir doenças ocupacionais, além de lesões em decorrência dos acidentes de trabalho.

Os trabalhadores de enfermagem, durante a assistência ao paciente, estão expostos a inúmerosriscos ocupacionais causados por fatores químicos, físicos, mecânicos, biológicos (os principais causadores), ergonômicos e psicossociais que podem ocasionar doenças ocupacionais e acidentes de trabalho. Para agravar ainda mais os riscos que acometem os profissionais de enfermagem, existe o fato de que nem sempre o trabalhador que atua em unidades complexas adota as medidas de biossegurança necessáriaspara sua proteção durante a assistência prestada, o que pode provocar agravos a sua própria saúde e acarretar maiores danos ao cliente que recebe seus cuidados¹.( Bulhões, 1998).

Os acidentes de trabalho ocasionados por material perfurocortante entre trabalhadores de enfermagem são frequentes, devido ao número elevado de manipulação, principalmente de agulhas, e representam prejuízos aostrabalhadores e às instituições. Tais acidentes podem oferecer riscos à saúde física e mental dos trabalhadores. Quando o acidente ocorre com material contaminado pode acarretar doenças como a Hepatite B (transmitida pelo vírus HBV), Hepatite C (transmitida pelo vírus HCV) e a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida – AIDS (transmitida pelo vírus HIV). O acidente pode ter repercussões psicossociais,levando a mudanças nas relações sociais, familiares e de trabalho. As reações psicossomáticas pós-profilaxia, utilizada devido à exposição ocupacional e ao impacto emocional, também são aspectos preocupantes.

A consequência da exposição ocupacional aos patógenos transmitidos pelo sangue não está somente relacionada à infecção. A cada ano milhares de trabalhadores de saúde são afetados por traumapsicológico que perduram durante os meses de espera dos resultados dos exames sorológicos. Dentre outras consequências, estão ainda as alterações das práticas sexuais, os efeitos colaterais das drogas profiláticas e a perda do emprego. (Brandão, 2000).

Adotamos o termo acidente retirando-lhe, contudo, a conotação eventual e casual que lhe pode ser imputada. Uma vez que tais eventos são, em maiorou menor grau, previsíveis e preveníveis. No entanto, tendo em vista as evidências de não notificação destes eventos e/ou inadequação do acompanhamento dos indivíduos acidentados, o Ministério da Saúde (MS) investe na política nacional de notificação de acidentes e doenças no trabalho.

Uma das ações é a expansão da Rede Nacional de Atenção à Saúde do Trabalhador (Renast) dentro do SistemaÚnico de Saúde (SUS). A Portaria nº 2.437/GM, de 07 dezembro de 2005, dispõe sobre a ampliação e o fortalecimento da Renast e dá outras providências, como apoiar a organização e a estruturação da assistência de média e alta complexidade, local e regional, que atende os acidentes de trabalho e agravos contidos na lista de doenças relacionadas ao trabalho constantes na Portaria nº 1.339/GM, de 18 de...
tracking img