Absinto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1007 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Absinto

História:
O absinto é uma bebida destilada feita da losna. Anis, funcho e outras ervas,  também podiam entrar na composição. Foi criado e utilizado primeiramente como remédio pelo Dr. Pierre Ordinaire, um médico francês que morava em Couvet , na Suíça, por volta de 1792.
O absinto foi especialmente popular na França, sobretudo pela ligação aos artistas parisienses no final do séculoXIX e início do século XX, até a sua proibição em 1915.

Composição:
Ele é produzido com 8 ervas, sendo as três principais (losna, anis e erva doce – que caracterizam a bebida como absinto) em maior quantidade, seguido de melissa, hortelã, artemísia comum, capim cidreira e cravo. 
É utilizado álcool de cereal (milho) de alta pureza,que passa por um processo de destilação fracionada.Processo de Fabricação

1- Seleção das ervas e criação da receita: A seleção de ervas pode variar bastante de receita para receita. O produtor estabelece qual será o perfil de sabor que ele prefere, já tendo em mente as ervas que utilizará e qual estilo de bebida deseja produzir.
O estilo chamado Blanche (branco) passa por apenas um processo de maceração com ervas seguido da destilação. Absintos doestilo Vert (verde), após a primeira maceração e destilação, passam por um segundo processo de maceração com ervas. Um estilo não é necessariamente melhor que o outro. Existem ótimos absintos produzidos das duas maneiras. A escolha das ervas da primeira infusão já leva em consideração o fato de haver, ou não, uma segunda maceração no processo.

2- Maceração inicial: As ervas da primeira maceraçãosão adicionadas ao bojo de um alambique, juntamente com o álcool, que será a base do absinto. Tradicionalmente este álcool era obtido de uvas, porém, hoje em dia são usados alcoóis neutros de várias origens. A graduação alcoólica aqui já deve ser bem alta, pelo menos 60 a 80%, para garantir uma boa extração das ervas. As ervas são curtidas neste álcool por um período de 12 a 24 horas. Duranteeste processo o álcool pode ser aquecido levemente, porém muitos produtores não utilizam aquecimento algum.

3- Destilação: Após a maceração inicial, essa mistura de álcool e ervas é destilada. O vapor que circula na serpentina interna do alambique aquece a mistura, e os óleos essenciais das ervas evaporam juntamente com o álcool. São deixados para trás a água, componentes menos voláteis e saboresindesejados das plantas.Os óleos essenciais vaporizados juntamente com o álcool viajam da panela para o pescoço do alambique, e chegam até a serpentina (condensador), onde são resfriados e voltam ao seu estado liquido. Ao sair da serpentina, o resultado é um liquido cristalino, muito aromático e de alta porcentagem alcoólica. Esta bebida muito perfumada já é um absinto, porém é um AbsintoBlanche (branco).

4-Segunda maceração: Este passo é opcional na produção.
Grande parte dos absintos tem uma coloração esverdeada que vem de um segundo processo de maceração com ervas. Os absintos esverdeados são chamados Verts. Em um bom absinto, esta coloração é totalmente derivada da clorofila das ervas da segunda maceração, que, além da cor, contribuem com o frescor, aroma e sabor da bebida.Geralmente esta maceração é bem curta, para que sejam extraídos sabores frescos sem extrair o amargor das plantas. As ervas usadas nesta segunda parte do processo obviamente vão do gosto de cada produtor. Algumas clássicas são: Melissa (erva cidreira), Hortelã Pimenta, Macela / Camomila Romana .

5- Diluição / Proofing: O absinto sai do alambique a uma porcentagem alcoólica bem alta. Diluída nesteálcool, emerge também uma grande concentração de óleos essenciais aromáticos.
Proofing é o nome dado à parte do processo no qual água é acrescentada ao destilado para reduzir sua graduação alcoólica para o engarrafamento. Este processo é bem comum, em várias bebidas destiladas e, por si só, já é bem complexo. Para decidir qual a quantidade de água deve ir no produto final, o mestre alambiqueiro...
tracking img